Skip to main content
TOC em crianças

TOC em Crianças: O Transtorno Obsessivo Compulsivo no Universo Infantil!

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Criança tem TOC? Sim, o TOC em crianças existe! 

Os sintomas são semelhantes tanto em adultos quanto em crianças e adolescentes. TOC em Crianças

Estudos indicam que se manifestam primeiro nos meninos e, no que avança a idade, o índice de meninas com o transtorno aumenta e na vida adulta se equiparam.

Não está claro o por que essa diferenciação de gênero, mas isso ocorre também com outros transtornos.

Sabemos que as crianças imitam muito o comportamento dos pais, pois é ao imitar que elas aprendem. TOC em Crianças

E se os pais ou cuidadores têm rituais e compulsões essa criança pode desenvolver esses comportamentos.

Quando os pais verbalizam para a criança de forma constante e insistente: Menino(a) lave as mãos!

E isso feito, várias vezes ao dia! TOC em Crianças

É importante que aprendam a ter os cuidados normais com a higiene pessoal como lavar as mãos antes das refeições e após ir ao banheiro.

O que chama a atenção é o exagero, o excesso desse comportamento!

TOC em Crianças O diagnóstico do TOC infantil não é fácil, no entanto, assim como nos adultos, deve-se observar a frequência com que os sintomas ocorrem, a intensidade e o quanto incomodam ou provocam sofrimento e ansiedade.

Um outro exemplo: A criança ao tomar banho demora muito e os pais observam que a criança não está brincando no banho, como é comum, principalmente em crianças menores, e está sim esfregando muito a pele ou ensaboando várias vezes.

Recomendo que você leia também: O que é TOC? Causas, Sintomas e Tratamento!

Essa demora pode ser observada também nos rituais a serem feitos para esse banho.

Um ponto fundamental é que os pais não devem, com a intenção de educar, ou mesmo de evitar esse comportamento ritualístico, repreender a criança, pois essa atitude reforçará de forma negativa esses comportamentos.

Através da psicoeducação e orientação à família aprenderão a lidar com os sintomas da criança.

Outro comportamento muito comum a ser observado com atenção é quando a criança ou adolescente em suas atividades escolares, usa em demasia a borracha.

A criança insiste em escrever com ênfase na letra, de forma perfeita, enfatizando o tamanho da letra sempre igual.

Essa perfeição criada pela sua mente, demanda um tempo exagerado, prejudicando seu desempenho escolar.

Quando, ainda, escreve e não satisfeito, amassa o papel e joga fora, isso feito inúmeras vezes.

Deve-se observar também se a criança ou adolescente evita, por exemplo, dormir na casa de um amigo ou parente, por ter muitos rituais a serem feitos antes de dormir.

Isso causa sofrimento, pois quer ir e esses comportamentos bloqueiam sua vontade.

Pois não quer que os amigos saibam desses rituais, assim ocorre uma dificuldade em manter amizades e opta pelo isolamento. TOC em Crianças

Isso é muito comum na adolescência, por vergonha ou medo de se sentirem expostos.

TOC em Crianças O TOC na infância e adolescência quando diagnosticado pelo psiquiatra ou pelo psicólogo, deve ser tratado o mais rápido possível e não necessariamente com medicação!

A Terapia Cognitivo Comportamental trabalha o esquema pensamento-comportamento-consequência, com estratégias de mudança de foco do pensamento que conduzirá à evitação do fazer, ou seja, controlar o impulso de fazer o ritual e tentar o controle máximo.

Em síntese: Vai aprender a ter controle sobre os seus pensamentos e ações.

Não se fala em cura e sim em controle dos sintomas, ou seja, o paciente terá sintomas residuais que passam a não interferir na vida dele e, portanto, não trazem mais sofrimento.

Até o próximo artigo.

Rosânia Guimarães

RosâniaRosânia de Fátima Guimarães Coaracy Muniz, psicóloga CRP 01/11302.

Atua na clínica atendendo crianças, adolescentes e adultos e faz avaliação neuropsicológica em Brasília/DF.

Contatos: email: rosania1.muniz@gmail.com

Fanpage: https://www.facebook.com/entendendoaansiedade [1]   

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.