Sua Juventude Pode Mesmo Ser Considerada Melhor Que a De Hoje?

Sua Juventude

Sua Juventude

Olá novamente!

Hoje eu vim conversar com você sobre os adultos, na verdade vim conversar com eles e não com você.

Mas antes eu preciso de um favor seu, leia o texto e, caso se identifique com a ideia central, compartilhe- o com os adultos que conhece para que eles entendam, pois tenho certeza que a essa altura você já entendeu.

Logo, considere a frase: “Já fui jovem um dia, sabia?” Sua Juventude

Quantas vezes você já ouviu essa frase nos últimos dias? Sua Juventude

Pois é, é sobre isso que vamos falar, vamos mais uma vez na missão de tentar fazer nossos adultos ou “grow people” entenderem que a adolescência de hoje não é a adolescência de antigamente.

Mas tudo bem, pois os jovens de hoje estão na luta para construírem seus próprios valores e lutarem por suas próprias ideias e isso é muito bom.

Quando somos jovens, os mais velhos têm por hábito idolatrar seus próprios hábitos que remetem a sua juventude como se quem é jovem hoje em dia devesse reproduzir os mesmos padrões, então tenho que dizer: Que coisa chata!

Não pra mim, pois já estou na turma que compara minha juventude com a atual e que pensa na adolescência com saudosismo e já faço a chata também.

Mas imaginem no auge dos seus 14 a 16 anos, ficar ouvindo o tempo todo que naquela época as coisas eram assim ou assado e que não se fazem mais jovens como antigamente?

Sua Juventude O que você, eu e todo mundo deveríamos internalizar é que estamos vivendo épocas diferentes e que, assim como nós fizemos, os jovens de hoje vão precisar aprender com suas próprias experiências de vida.

Vão precisar amar e se machucar, confiar e se decepcionar para então compreender que não devem se doar por inteiro para qualquer um.

Vão aprender que amigos são tudo hoje, mas que amizade a longo prazo não é estilo BFF (best friends forever ou em tradução para o português, melhores amigos para sempre).

Vão entender que falamos infinitamente porque queremos o seu bem e não porque simplesmente gostamos de sermos chatos, entendendo também que existem diferentes formas de amar e que ser chato pode sim ser uma delas.

Vão entender que função de pai e mãe é sim prever o futuro e avisar sobre todos os cenários que podem dar errado na vida, devendo alertá-los constantemente, exaustivamente, ainda que para isso tenhamos que aturar alguns olhos se revirando diante de nós. Sua Juventude

Sua Juventude Eles vão entender que somos falhos enquanto adultos assim como eles são falhos enquanto jovens, mas que tudo bem ser falho, pois isso faz parte de ser humano.

Sua Juventude
O ser humano é falho, não só o jovem.

Vão vislumbrar em algum momento que pai e mãe não é para sempre e que eles vão sim sentir falta de nós e de nossa chatice.

Vão entender ainda que quando eles forem pais vão falar coisas muito parecidas com o que falamos para eles e vão rir de si mesmos quando se pegarem fazendo isso.

Mas para isso nós precisamos entender que eles tem vida própria, fogo no olhar, esperança e garra para lutarem pelo que acreditam.

Pois sim, são eles que irão nos ensinar sobre o novo, sobre o revolucionário, sobre saber aceitar o diferente quando o que nós aprendemos de fato foi que as coisas ou eram pretas ou eram brancas.

Pois “na nossa época” o diferente era mal visto e ainda atualmente podemos estranhar uma coisa ou outra.

Mas com eles não é assim, pois aprenderam a lidar com o diferente desde muito cedo e já aprenderam a relativizar as coisas quando nós ainda temos que fazer muita força para aceitar coisas que não nos cabem nem mesmo julgar.

Sim, a capacidade dos jovens tornarem tudo tão natural será o que irá restabelecer o amor e a aceitação no mundo, pois em algum momento a minha geração e a sua aprenderam a ser inflexíveis em demasia.

Sua Juventude Os tempos são outros, por isso não há como compararmos nossa juventude com a deles.

Mas não se preocupe, eles ainda irão aprender os valores que você ensinar a eles e vão reproduzi-los em dado momento, ainda que encontrem uma maneira singular de o fazerem.

Mas quem disse que todo mundo aprende ou ensina do mesmo jeito?

Por fim, tente compreender quando converso com você sobre como você pode escolher enxergar as coisas.

Pois quando o faço não quero dizer que está cometendo erros, mas sim te explicar que as pessoas são diferentes, as gerações são diferentes.

Mas tudo bem, pois é assim que formamos um mundo mais democrático, é assim que aprendemos e assim que propagamos conhecimento.

Logo, só posso desejar que abra a sua mente para os jovens que o circundam e para suas ideias, fale, mas aprenda a ouvir. Sua Juventude

Pois pode ser que eles tenham algo a lhe ensinar igualmente como você de certo tem para ensiná-lo.

Fique então com o meu abraço, com o meu carinho, com o meu afago…

Recomendo que você leia também: Falta de Compreensão Pode Afetar o Psicológico Dos Adolescentes

Até o próximo texto!

[captura]

Ellen de Oliveira Moraes Senra – CRP 05/42764

Psicóloga especialista em Terapia  Cognitivo Comportamental, autora do livro digital Adolescer sem Vacilo: Compreendendo o Universo Adolescente

Experiência no atendimento clínico a Crianças e Adolescentes individual ou em grupo.

Contatos: Tel/Whatsapp (21)97502-4033

Email: ellenmsenra@gmail.com

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Carlos Costa

Carlos Costa

Psicólogo há 3 anos (CRP-06/122657), coach, empreendedor, músico, poeta e escritor. CEO e fundador do portal e plataforma “O Psicólogo Online”. Através de seus cursos e materias vem contribuindo com a psicologia e com os profissionais psicólogos para uma melhor prática da psicologia online no Brasil e com a valorização da profissão. É criador da plataforma de atendimento online “O Psicólogo Online” que auxilia psicólogos a agendarem e receberem por suas sessões de forma simples e segura.

Artigos recentes