Ser Feliz: Os 3 Mitos Sobre a Felicidade Que Você Precisa Saber Para Ser Feliz

Charming amazing afro american young woman in sunglasses, dancing while listening to music in headphones on her mobile phone. Dressed in colorful blouse. Fun time outdoors.

Ser Feliz

Não sei, mas acredito que você já conheceu alguma pessoa que seja escandalosamente feliz, não é?

Aquela pessoa que sempre vê o mundo cor-de-rosa, uma pessoa tranquila, que não se perturba com nada mesmo diante de alguma situação adversa.

É difícil não sentir uma pontinha de inveja deste tipo de pessoa não?

Como elas conseguem ser assim? Ser Feliz

Por que não perdem o controle diante do caos, com os problemas da vida cotidiana como a grande maior das pessoas?

O que elas possuem de tão diferente?

Há momentos que estamos perto de pessoas assim, quando elas se encontram numa situação incômoda como a nossa e se sentem felizes apesar disso, nos perguntamos: como pode?

Vejamos um exemplo, digamos que você e uma colega de empresa possuem um chefe terrível, autoritário, prepotente e machista; ou são mães de primeira viagem, exaustas pela falta de descanso, ansiedade e os cuidados com o bebê recém-nascido.

Ambos cenários são estressantes e levam a tua vibração para baixo, alterando o humor, elevando a irritabilidade, e às vezes infeliz, sem vontade de fazer nada. Ser Feliz

No entanto aquela pessoa que não se abala com nada, tira de letra, leva numa boa, lida muito bem com estas situações, não se apega às frustrações, sofrimentos e decepções, levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima.

Ser Feliz Incrível, mas onde você vê problemas, ameaças, essa outra pessoa vê desafios e oportunidades.

Quando você se sente receoso, ela tem outra perspectiva da situação, um olhar mais otimista.

Enquanto você fica mais preguiçoso, acomodado essa pessoa começa a agir. Ser Feliz

Este tipo de pessoa pode ser bastante surpreendente, é aquele tipo de personagem de história de superação que deixa a gente de boca aberta, e nos faz refletir sobre o nosso próprio temperamento e comportamento.

Aí vem aquela pergunta: E como parecer mais com elas? Como ser tão felizes?

Quem nos traz algumas respostas é a psicóloga PhD Sonja Lyubomirsky em suas pesquisas onde procurou descobrir como estudar estas pessoas genuinamente felizes de forma intensiva e sistemática.

Em suas entrevistas e experimentos com pessoas muito felizes encontrou algumas que continuam felizes, ou conseguiram recobrar a felicidade depois de uma tragédia, de modo razoavelmente rápido.

Qual tipo de pessoa você é? Ser Feliz

Ser Feliz
Ser Feliz

Existem milhares de pessoas felizes e outras tantas infelizes; mesmo diante de situações boas têm as que não se sentem felizes, são mal-humoradas que só focam no lado negativo das coisas, e que parecem que nada está bom e outras diante de situações catastróficas que se sentem felizes apesar de tudo.

Conseguiu se identificar em que time você está?

Pois bem o que podemos dizer deste tipo de comportamento?

Claro que aqui não estamos analisando profundamente o seu caso, pois há uma história pregressa que pode estar influenciando na sua maneira de ver o mundo, os outros e a si mesmo. Ser Feliz

Mas o que quero te trazer aqui é que há alguns mitos sobre a felicidade e que devem ser levados em conta, pois são resultados de anos de pesquisa.

Mito nº 1 – Que a felicidade pode ser encontrada Ser Feliz

Ledo engano, muita gente acredita que a felicidade está em algum lugar, longe do nosso alcance.

Há que sempre espera um dia ser feliz depois que terminar a faculdade, que casar e tiver filhos, sempre condicionando a felicidade a algum motivo.

Dica, se estes são os seus sonhos procure ser feliz antes disso tudo acontecer, a mudança de estado emocional ajuda muito na realização dos sonhos, pois a gente se motiva e coloca a mão na massa.

Lembre-se que 40% da nossa felicidade são determinados pela ações intencionais e que você deve traçar estratégias para praticá-las e transformar-se numa pessoa feliz.

Mito nº 2 – A felicidade está em mudar as circunstâncias Ser Feliz

Outra falsa informação é de que mudando algo nas circunstâncias da nossa vida, isso nos tornará mais feliz.

Novamente o condicionamento, tipo: “Eu serei feliz se __.” ou “Serei feliz quando ___”.

Esse tipo de comparação se deve a forma de alguns pensarem levando em conta as épocas de suas vidas em que experimentaram momentos de felicidade.

Estes momentos ficaram como referência e entraram para a lista das condições. Ser Feliz

Mas não quer dizer que a sensação de bem-estar tem pouca relação com a felicidade.

Exemplo: o divórcio dos pais é uma circunstância que pode ser vista e sentida como algo negativo ou não, porque depende muito da forma como iremos interpretar.

Ser feliz não significa ter uma vida ausente de problemas, adversidades, mas depende da forma como lidamos com estas circunstâncias.

Mito nº 3 – Você tem ou não tem Ser Feliz

Há muito tempo acreditava-se que a felicidade era 100% genética, ou você tinha o gene ou não, mas graças às pesquisas este percentual reduziu para 50% genética, o restante é de nossa responsabilidade (10% para as circunstâncias e 40% para as ações intencionais).

Não é fácil ser feliz.

É um processo de construção pessoal, uma caminhada longa e exige um esforço.

Mas à medida que passamos a internalizar e praticar o uso das nossas forças de caráter tudo flui, aumenta o nosso nível de positividade sincera e emoções positivas e consequentemente os momentos de felicidade se fazem presentes.

Lembre-se que não importa o que fizeram com você, mas sim o que você fará com o que fizeram contigo.

O autoconhecimento é a porta de entrada para que possamos nos conhecer e identificar e construir a nossa melhor versão para podermos lidar com os cenários e situações não muito agradáveis.

Precisamos entender que nossas fraquezas ou sombras como denomina Carl Jung, fazem parte da nossa personalidade, mas é preciso reconhecê-las e acolhê-las.

E para fechar com chave de ouro, ser feliz depende exclusivamente de você, não podemos responsabilizar o outro, ou a situação para que sejamos felizes.

Carl Rogers numa citação muito interessante nos diz:

“Quando eu me aceito como eu sou, então eu mudo.”

Neste processo desafiador de mudança interior quando conseguimos florescer, o milagre da vida acontece.

Recomendo que você leia também: Psicologia Positiva: A Ciência da Felicidade. Saiba Mais Aqui!

[captura]

Somos os idealizadores do Ponto Mutação – Desenvolvendo Potenciais, psicólogos positivos Rafael Garcia Oliveira(CRP 07/16242), especialista em avaliação psicológica e em psicologia positiva e Cláudia Maria Pedroso Dias(07/20397) psicóloga clínica e coach, Somos também palestrantes, escritores, apaixonados pela Psicologia Positiva.​ Atuamos em Porto Alegre/RS atendimentos de adultos (individual e casal) e orientação psicológica online para todo Brasil.

Site: www.pontomutacao.com.br

Instagram >> Twitter >> Facebook >> @Pontomutacao

Youtube:  http://bit.ly/PontoMaccoYoutube

E-mail: contato@pontomutacao.com.br

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Carlos Costa

Carlos Costa

Psicólogo há 3 anos (CRP-06/122657), coach, empreendedor, músico, poeta e escritor. CEO e fundador do portal e plataforma “O Psicólogo Online”. Através de seus cursos e materias vem contribuindo com a psicologia e com os profissionais psicólogos para uma melhor prática da psicologia online no Brasil e com a valorização da profissão. É criador da plataforma de atendimento online “O Psicólogo Online” que auxilia psicólogos a agendarem e receberem por suas sessões de forma simples e segura.

Artigos recentes