Skip to main content
O que é Esquizofrenia

O Que é Esquizofrenia? Conheça as Causas e os Principais Sintomas!

Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Conhecendo a Esquizofrenia O Que é Esquizofrenia

Ainda hoje muitas pessoas têm dúvidas sobre o que realmente é esquizofrenia.

A pessoa que tem esquizofrenia é louca?

É perigosa? O Que é Esquizofrenia

Deve ser deixada em um hospital?

Conseguirá viver uma vida normal com outras pessoas?

O transtorno da esquizofrenia traz muitos prejuízos, tanto para quem tem esse transtorno quanto para os familiares ou pessoas que convivem com quem tem o transtorno.

Antigamente as pessoas que tinham esquizofrenia eram tidas como loucas, isoladas ou presas em manicômios.

Atualmente essa visão tem se modificado, lentamente, pois ainda existe muito desconhecimento sobre o transtorno, discriminação, estigma sobre o que realmente é a esquizofrenia.

Um exemplo de que as pessoas ainda confundem o que realmente seria a esquizofrenia é quando lemos em jornais ou assistimos a noticiários onde se fala da “esquizofrenia na política”.

O Que é Esquizofrenia A esquizofrenia é um transtorno, grave e incapacitante, afetando a consciência, as relações afetivas, a percepção e o pensamento, de origem genética.

O que é Esquizofrenia
O que é Esquizofrenia ?

Portanto, penso ser errado usar a palavra esquizofrenia para descrever outras coisas que não seja o próprio transtorno mental da esquizofrenia.

Sendo assim, que tal entendermos o que realmente é a esquizofrenia? O Que é Esquizofrenia

Primeiramente precisamos entender o que significa a palavra esquizofrenia.

O termo significa “cisão das funções mentais, derivando do grego: Schizo>> divisão, cisão; phrenos>>. Mente, o termo foi proposto pelo Psiquiatra suíço Eugen Bleuer.

O que é a esquizofrenia? 

A esquizofrenia é uma desordem cerebral crônica, grave e incapacitante, que afeta a consciência, as relações afetivas, a percepção e o pensamento, sendo de origem genética.

A causa da esquizofrenia é multifatorial, ou seja, engloba fatores genéticos e ambientais.

Quer dizer que uma pessoa pode ter o gene da esquizofrenia e nunca desenvolver o transtorno e outra, da mesma família desenvolver a esquizofrenia.

Serão os fatores ambientais, (por exemplo: traumatismo no parto, infecções maternas durante a gestação, experiências psicológicas negativas na infância, perdas, lutos, traumas, etc.) que irão ativar ou não os genes da esquizofrenia. O Que é Esquizofrenia

Sendo assim, os fatores genéticos e ambientais são igualmente importantes para o adoecimento, isoladamente nenhum deles é capaz de determinar a doença.

O transtorno da esquizofrenia afeta 1% da população, tanto homens quanto mulheres.

Geralmente tem seu início no final da adolescência ou início da vida adulta, sendo que ela ocorre nos homens um pouco mais tarde do que nas mulheres.

Em casos raros pode ter início após os cinco anos de idade.

Quais os sintomas da esquizofrenia? O Que é Esquizofrenia

O que é Esquizofrenia ?
O que é Esquizofrenia ?

O transtorno pode ser dividido em dois grandes grupos: sintomas positivos, e os sintomas negativos.

Podemos entender como os sintomas positivos aqueles que o paciente tem a mais do que a população, correspondem aos acréscimos e alterações patológicas nas funções psíquicas, com as modificações que isto acarreta no indivíduo, por exemplo os delírios e as alucinações, os quais são incomuns na maioria das pessoas.

Já os sintomas negativos, são aqueles que o paciente tem a menos do que a maioria da população, são as perdas ou ausências de alguma função.

Como por exemplo, o ânimo, o interesse, a capacidade de socialização, a expressão das emoções e afetos.   O Que é Esquizofrenia

O isolamento social, desinteresse, desânimo e a dificuldade em expressar afeto são características comuns do transtorno da esquizofrenia.

Muitos familiares antes do diagnóstico acreditavam que seu familiar era preguiçoso, folgado, desinteressado.

Pensavam isso devido as características que essa pessoa apresentava, as quais representavam os sintomas negativos da esquizofrenia e não preguiça.

Sintomas Positivos: O Que é Esquizofrenia

Os Sintomas Positivos compreendem: os delírios (que são os distúrbios do pensamento), as alucinações (que são distúrbios da percepção) e as manifestações comportamentais (que são, por exemplo, as catatonias e agitações).

Delírios: O Que é Esquizofrenia

pode ser definido como uma crença central fantasiosa, capaz de interferir no comportamento, nas atitudes, nas relações e na forma da pessoa avaliar e julgar a realidade.

Os delírios também são chamados de ideias ou pensamentos delirantes, constituindo uma alteração de conteúdo dos pensamentos.

Tipos de delírios: O Que é Esquizofrenia

Delírio de perseguição: é o mais comum na esquizofrenia, particularmente na esquizofrenia paranoide.

O delírio também é conhecido como paranoia ou mania de perseguição.

Como exemplos temos aqueles pacientes que desconfiam de tudo e de todos, que acreditam estarem sendo perseguidos e espionados.

O que os leva a assumir uma atitude de medo e defesa. O Que é Esquizofrenia

Delírio de auto referência: também é comum na esquizofrenia e costuma vir junto com os Delírios persecutórios.

Por exemplo, o paciente está em evidência, as pessoas à sua volta, a TV, o rádio, todos estão falando dele, o que faz com que esse paciente tenha medo e queira se proteger, evitando sair de casa ou saindo disfarçado.

Delírios místicos ou religiosos: geralmente envolvem a Bíblia e religiões.

Nesse exemplo o paciente pode ler sem parar a Bíblia ou acreditar que é um Messias, um Salvador, enviado para salvar a todos, por exemplo.

Delírios de grandeza: Como exemplo vemos alguns pacientes com esse delírio que acreditam ser poderosos, melhores do que as outras pessoas, com dons especiais para prever o futuro ou para salvar a humanidade.

Esse paciente pode ser mais difícil de lidar por acreditar que realmente é um ser especial agindo com arrogância e prepotência e dificilmente aceitam que estão com problema de saúde.

AlucinaçõesO Que é Esquizofrenia

São falsas percepções da realidade, ou seja, o paciente tem a clara percepção de um objeto, voz ou imagem, sem que ele de fato exista.

Tipos de alucinaçõesO Que é Esquizofrenia

As alucinações podem ocorrer em qualquer um dos cinco sentidos: audição, visão, olfato, paladar e tato.

Alucinações auditivas: escutar barulhos estranhos, vozes comentando a seu respeito ou das outras pessoas, cochichos, etc.

Alucinações visuais: ver pessoas estranhas ou não, bichos, objetos, vultos.

Alucinações olfativas: o paciente sente cheiro de podre, de carniça, de fezes, perfume, etc.

Alucinações gustativas: o paciente sente gosto de estragado, de produtos químicos, de veneno, de fezes, etc.

Alucinações táteis: sentir arrepios, queimações, agulhadas, bichos andando na pele.

Podemos incluir também as alucinações cenestésicas que compreendem sensações bizarras como por exemplo, o coração explodindo, o cérebro se derretendo, os bichos andando dentro do seu corpo.

Sintomas negativos O Que é Esquizofrenia

Os sintomas negativos são chamados dessa forma por que representam as funções psíquicas que estão diminuídas no paciente, como por exemplo: a vontade e afetividade.

São mais duradouros e estáveis ao longo da doença, Geralmente precedem o primeiro surto.

Sintomas negativos podem se tornar crônicos com a evolução do transtorno, aos poucos os pacientes vão ficando mais isolados, mais retraídos, sem interagir com o meio à sua volta.

Além disso os sintomas negativos deixam o paciente com um discurso vazio, com poucas ideias, sem iniciativa para atividades, descuidando de sua higiene e aparência, muitas vezes acompanhado de comportamentos, manias ou rituais repetitivos. O Que é Esquizofrenia

Todos esses fatores prejudicam imensamente o paciente, pois os sintomas negativos são mais resistentes a mudanças e se não houver estímulos e motivação o paciente vai se tornando cada vez mais dependente da família, com muitas limitações e pouca autonomia.

Agora que conhecemos um pouco melhor os sintomas que o transtorno da esquizofrenia acarreta poderemos entender melhor como se sente e vive a pessoa que tem esquizofrenia.

Aprendendo a lidar e entender muitos dos comportamentos que eles apresentam, pois se reconhece que os mesmos acontecem em decorrência dos sintomas presentes na esquizofrenia.

Entender e conhecer a esquizofrenia é o melhor caminho para ajudar o familiar que tem esse transtorno, bem como ajudar os próprios cuidadores e/ou familiares a saber como agir diante dos comportamentos do seu familiar.

Recomendo que você eia também: O Que Acontece Com Uma Pessoa Que Tem Esquizofrenia e Sua Família? Parte 1

Psicóloga Daniela da Silva

Transtorno mentalDaniela da Silva – Psicóloga com Orientação Psicanalítica (CRP 07/23218). Atua nas cidades de Cachoeirinha e Gravataí/RS, como Psicóloga Clínica e também palestrante.

Atendimento direcionado para familiares de pessoas que tem esquizofrenia; relações familiares- pais e filhos.

Email: [email protected];

Facebook: Psicóloga Daniela da Silva

Instagram: psicologa_danieladasilva;

Tel / WhatsApp: 51-84059491;

Blog: www.alemdaesquizofrenia.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.