Skip to main content
Namoro ou amizade

Mas Será Que É Namoro ou Amizade? Descubra e Saiba Como Lidar.

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Namoro ou amizade?

Você conhece uma pessoa, começa com uma linda amizade, mas parece que algo está acontecendo.

Os sentimentos estão se misturando, sua cabeça está ficando cada vez mais confusa.

Então você se pergunta:

Será que é namoro ou amizade?

Namoro ou amizade?

Será que devo correr o risco?

Perder uma amizade?

Ou perder a possibilidade de um grande amor?

Devo misturar as estações?!

Com todas essas indagações, vale a pena refletir um pouco sobre cada uma dessas opções:

Namoro ou amizade. Mas o que é a amizade? E o namoro?

Namoro ou amizade
Namoro ou amizade? Eis a questão! 

Vamos primeiro pensar na amizade, que é uma relação afetiva entre pessoas envolvendo vários sentimentos, por isso que muitas vezes confunde-se essa amizade com um possível namoro.

Na amizade é muito comum, as pessoas compartilharem, dividirem seus segredos.

Essa relação de amizade envolve muitos sentimentos, como carinho, lealdade, proteção e confiança.

E o namoro?

É uma relação afetiva entre duas pessoas unidas por sentimentos fortes, por atração e desejo de estarem juntas.

Adoram partilhar suas experiências e novas conquistas.

Quando estamos namorando, temos um grande prazer de estar ao lado da pessoa.

É fundamental aproveitar esse namoro para conhecer bem seu parceiro, seus hábitos, manias, costumes, vontades, estar atento as suas características.

O namoro é um compromisso assumido entre duas partes, que estejam de comum acordo.

Mas para esse namoro dar certo, exige uma certa maturidade de ambos, assumindo suas escolhas.

Existem alguns casos em que a pessoa conhece outra e sente logo atração e partem direto para o namoro.

Que é claro, que também poderá dar certo.

namoro ou amizade Mas na maioria das vezes, começa por uma amizade e depois com o tempo vira um namoro.

E isso é muito gostoso e acredito ser a melhor maneira de nos relacionarmos, porque o ideal é que seu parceiro seja também seu amigo, que possam confiar um no outro e fazer grandes trocas.

Agora que vocês já tomaram suas decisões:

Namoro ou amizade?

Finalmente o tão desejado namoro, é hora de aproveitar e apreciar com sabedoria.

Lembre-se que durante esse início de namoro, serve para conhecer bem seu parceiro.

Fique atento em suas características desde o início e observe o seu perfil, seus gostos e preferências.

Conhecendo o perfil de seu parceiro ficará muito mais fácil para lidar com as situações, evitando grandes conflitos.

Aprenda a colocar limites, desde o início da relação, quando não estiver gostando de algo, não se omita, fale dos seus sentimentos, vontades e do que jamais aceitaria.

Quando o parceiro percebe sua convicção de seus valores e princípios e que não abrirá mão disso, apenas para simples satisfação de seus desejos, isso vai caminhando para um relacionamento bem mais harmonioso e consequentemente saudável.

namoro ou amizade Quando se abre mão da sua essência e de seus valores, a pessoa vai ficando ao longo do tempo frustrada em seu relacionamento.

namoro ou amizade
Frustração ao longo do tempo.

Você não deseja isso para você, não é mesmo?

Por isso que ressalto sempre a análise do perfil do parceiro e fique atenta para não ir permitindo pequenos atos que não aprecia, apenas para agradar seu parceiro e não entrar em discussões.

Não se anule!

Você estava em um dilema de manter a amizade ou se entregar a esse namoro.

Agora que tomou sua decisão, vão surgindo novos dilemas.

Seu relacionamento está gostoso, vocês querem cada vez ficarem mais tempo, bem juntinhos.

E como fica sua vida social?

Suas amigas ligando toda hora, enciumadas para terem um tempinho com você.

E agora, o que devo fazer?

Que dilema!

Manter ou não as minhas antigas amizades?

Devo manter as amizades, mesmo namorando?

Na maioria das vezes, as mulheres quando começam a namorar, entregam-se de corpo e alma para essa nova relação, abrindo mão de muitas coisas, que poderão se arrepender.

Como as mulheres podem fazer para promover autonomia e independência? Veja aqui https://opsicologoonline.com.br/como-promover-autonomia-e-independencia-para-as-mulheres/

As mulheres têm a tendência de se afastar de suas amigas, quando estão nessa fase de grande envolvimento e muita entrega de si própria.

Mas os homens, geralmente preservam os amigos, conseguem lidar melhor com essas situações.

Eles têm muito mais facilidade do que as mulheres.

Assim começam as primeiras desavenças dos casais, cobra-se muito do parceiro por não ter tido a mesma persistência e manter as amizades.

É muito ressaltar, que os homens quando se reúnem com seus amigos, é para jogar um pouco de conversa fora, distrair-se, variar um pouco de conversa e isso não coloca o seu relacionamento em risco, porque a base de qualquer união deve ser a confiança.

Então pense bem, antes de abrir mão de suas amizades!

O que também ocorre bastante entre os casais, são as novas amizades que são construídas.

A maioria dos casais criam novos amigos em comum, formam novos grupos de casais, onde saem todos juntos, que também é muito gostoso.

namoro ou amizade O que nunca pode ser esquecido são os momentos do casal, que devem ser preservados com muito carinho.

Saiba aproveitar cada momento, usufrua de seus momentos individuais, onde você se encontra consigo mesma, coloca suas ideias no lugar, reflete em sua vida e é sempre muito bom, querer e gostar de estar consigo mesma.

Isso é algo natural e faz muito bem para pensarmos até em nosso relacionamento.

Lembre-se que ele também terá seus momentos individuais.

Curta com sua total entrega os seus momentos com ele, aprecie com leveza esses momentos, que são fundamentais para um relacionamento saudável.

Mas para tudo isso acontecer, nunca deve se esquecer de um aspecto bem importante, que deve sempre ser priorizado entre os casais.

Aliás em todo e qualquer relacionamento!

Você sabe o que é fundamental para a harmonia do seu relacionamento?

Diálogo e mais diálogo, sempre.

Durante uma boa conversa, onde exista a fala e a escuta, quero dizer, que não adianta somente falar e não dar a oportunidade de ouvir o que ele também tem a dizer.

Fale com muita calma e tranquilidade, o que tanto te incomoda e não guarde seus ressentimentos, porque vão se tornando mágoas, prejudicando cada vez mais o seu relacionamento.

Pense sempre antes de falar para não se arrepender depois, porque palavras ditas, não temos como reverter.

Treine seu autocontrole.

Dialogando e sabendo dosar com bom senso é o melhor caminho para um relacionamento saudável.

Seja feliz!

Saiba aqui como manter uma relação saudável: https://opsicologoonline.com.br/como-manter-o-amor/

Paula Espíndola

 

Paula Espíndola é Psicóloga clínica CRP 06/50889. Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional

Experiência em atendimentos sobre quaisquer relacionamentos, principalmente os relacionamentos amorosos.

Respondendo perguntas  no Canal do Youtube INSIGHT PSIQUE sobre relacionamentos feitas através das redes sociais, a seguir:

http://insightpsique.com.br

https://www.insightpsiqueonline.com.br/

https://www.facebook.com/Insightpsique/

http://instagram.com/insight_psique

https://www.youtube.com/channel/UCsAhzuEEAIuXFRt4Uymn6sg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.