Skip to main content
lideranca

Qual a Importância do “feeling” Para o Exercício da Liderança?

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

 Liderança

A palavra “feeling” significa uma situação de intuição, percepção, de sentimento. Mas porque ela é tão importante para o líder?  Liderança

Geraldo Rufino um empreendedor de sucesso afirma que as experiências diversas, dão o tom ao negócio.

Tabelas, números e gráficos não possuem o poder de persuasão do “feeling” que o líder carrega.

Essa intuição para as mudanças, para os projetos novos é constituída por meio das experiências vividas e do olhar crítico que o líder desenvolve em relação ao seu negócio.

Quebrar o equivalente a seis vezes e se reerguer mantendo o pensamento positivo são indícios do “feeling” de Geraldo Rufino.

O fato de não aceitar algumas propostas de trabalho levantadas pelos seus filhos Guilherme e Arthur, fazem o grande empreendedor ressaltar a frase de Steve Jobs “foco é saber dizer não”.

Mantendo a sua postura nos negócios na qual se tornou especialista desde os 8 anos de idade quando catava latinhas, Geraldo mostra a todo brasileiro a importância de acreditar que é possível, basta você manter o sorriso no rosto e lutar por aquilo que acredita.  Liderança

Um bom líder deve enxergar em qualquer situação um ponto positivo, caso ele não consiga ver, o mesmo deve analisar o quanto a sua intuição está afiada.

Analisando os seus pensamentos e refletindo sobre os percursos que a sua mente vem seguindo.

 Liderança Ter essa experiência só é permitida quando o líder sai da zona de conforto, e passa a refletir sobre a sua postura e o seu comportamento.

Recomendo que você leia também: Inteligência Emocional: Como o Empreendedor Pode Usá-la a Seu Favor?

Líderes pessimistas não acreditam na mudança e utilizam da frase “eu já tentei de tudo” para continuar permanecendo na zona de conforto.

Estar apto a dar o primeiro passo, a buscar conhecimento, a enfrentar situações difíceis e a desenvolver a empatia são as primeiras atitudes para aprimorar o “feeling”.   

Ser um bom líder exige do profissional o comprometimento.  Liderança

Leandro Karnal que nos ensina ao comprometer-se, afinal por traz de tudo que é belo existe o sacrifício, o esforço, mas que, por muitos é dito como jeito ou sorte.

 Liderança Transformar qualquer experiência em algo positivo é o conselho que Geraldo dá para aqueles que assim como ele acreditam que o impossível é apenas um estado mental que você cria, e que deve ser eliminado caso o sucesso e a busca por seus sonhos sejam a força motriz da sua vida.

Um bom líder deve sentir onde deve modificar, quando deve mudar e com quem pode contar.

Entretanto para que ocorra esse exercício ele deve experimentar o exercício do “feeling”, da intuição, da troca de sentimento.

Recordando as experiências vividas, buscando aprender com as falhas, reconhecendo que melhorar é um exercício diário e por fim estabelecendo empatia com a equipe.

Gabriela Cecarechi

gabiGabriela Cecarechi é Psicóloga (CRP 06/123484) e Coach, pós-graduanda em Psicologia Organizacional e do Trabalho e Selecionadora com Foco em Competências.

Além da coluna no blog o Psicólogo Online é Colaboradora no Jornal JC Regional de Pirassununga-SP.

Apaixonada pelas relações humanas no âmbito organizacional e idealizadora de um mundo igualitário com oportunidades para todos, auxilia os empreendedores a alcançarem seus objetivos e metas, atrelado ao bem-estar psíquico.

Contatos: Celular: (19) 9 8187-4416

E-mail: gabrielacecarechi@gmail.com

Página no Facebook: facebook.com/gabrielacecarechipsicologaorganizacional

 

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.