Skip to main content
Insegurança no Relacionamento

Insegurança no Relacionamento e Ansiedade Geralmente Andam Juntas

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

 Insegurança no Relacionamento

As expectativas de um grande amor são sempre muito grandes, isto pode prejudicar um relacionamento amoroso.

Muitas pessoas não se sentem merecedoras desse grande amor. Mas por que isso acontece?

Geralmente, a insegurança, a ansiedade e a falta de autoconfiança são os principais vilões. 

No meu último artigo da coluna, escrevi sobre a confiança nos relacionamentos e a autoconfiança. Vale a pena conferir: Saiba Como Confiar no Seu Relacionamento! 

Hoje vou me ater a insegurança e a ansiedade nas relações. 

E o que é a insegurança? Insegurança no Relacionamento

É um estado emocional, que traz uma sensação de inferioridade. É quando surge uma situação ameaçadora e por consequência, uma falta de garantia de algo.

Quis retratar sobre ansiedade e insegurança, porque essa insegurança leva também a falta de autoconfiança, gerando grandes ansiedades e assim prejudicando a qualidade dos relacionamentos.

Tente controlar seus impulsos e inquietações. Insegurança no Relacionamento

Você se considera uma pessoa insegura? Quais são as características do inseguro?

A pessoa insegura sente-se dominada pelo medo, algo que não consegue controlar.

Muitas vezes, cria histórias fantasiosas. Apresenta alto grau de carência e medo de ser abandonada.

São muitas acusações e cobranças, além do ciúme excessivo. Insegurança no Relacionamento

Não consegue lidar com suas próprias frustrações, pois apresentam dificuldade de expressar os seus sentimentos e pensamentos.

Além de serem possessivos, controladores e terem um sentimento de inferioridade.

Com tudo isso, fica claro como é difícil lidar com os relacionamentos de uma maneira saudável.

A baixa autoestima também predomina quando a pessoa sente-se insegura.

Por isso é fundamental, investir sempre na sua autoestima, (leia também: Conhecer a Si Mesmo: A Construção da Autoestima Através do Processo de Autoaceitação) desfrute da sua presença, aprenda a conviver bem consigo mesma.

Porque não adianta querer se relacionar bem com um parceiro, se não estiver bem consigo própria.

Essa insegurança pode estar presente em qualquer relacionamento, sem que as pessoas percebam e isto pode ocorrer porque muitas pessoas têm a tendência de trazer a insegurança das relações anteriores, achando que tudo será igual. 

Insegurança no Relacionamento Quando o indivíduo passa por traumas anteriores, acredita que tudo poderá ocorrer novamente. Isso é um verdadeiro engano!

Insegurança no Relacionamento
Insegurança no Relacionamento

Viva seu relacionamento intensamente, mas jamais se espelhe no anterior, porque cada pessoa é diferente.

E hoje, com certeza você também é outra pessoa.

O importante é querer sempre mudar e se renovar. Não se influencie com as amarguras do seu passado.

As nossas lembranças servem para recordamos os bons momentos da vida e aprender com os nossos erros para não repeti-los.

A insegurança deverá ser trabalhada para que não prejudique sua vida. Aproveite esse momento para refletir nos seus propósitos e objetivos a serem traçados.

Mas como vencer essa insegurança no relacionamento?

Em primeiro lugar, analise essa insegurança, controle os seus impulsos e ciúmes excessivos, observe e mude seus pensamentos destrutivos e negativos.

Não crie tantas expectativas em relação ao outro, seja mais realista, evitando sempre comparações e autossabotagem.

Respeite a si própria. Aprenda a respeitar a individualidade do seu parceiro, não sufoque sua relação.

Agora é hora de pensar mais em você, eleve sua autoestima, valorizando suas qualidades.

Jamais alimente a insegurança do seu parceiro, ele terá que aprender a confiar mais em você.

Fale sempre dos seus sentimentos e pensamentos, sem rodeios e indiretas. Coloque limites!

Como você pode perceber, não é fácil lidar com a insegurança. Insegurança no Relacionamento

Mas e a ansiedade? Será fácil? Muitas pessoas sofrem de ansiedade. E o que é a tal ansiedade?

É um sentimento constante de preocupação, sensações de incapacidade e medo, um estado de agitação e angústia.

É um estado psíquico de apreensão, gerando medo por algo que possa acontecer, sempre remoendo um perigo antecipado.

Essa ansiedade traz um desconforto físico e psíquico, que prejudica a rotina da pessoa, como se fosse um excesso de aflições e agonia.

Se quiser saber mais leia esse artigo: Como Usar a Ansiedade a Meu Favor? Saiba Aqui!

Os relacionamentos ficam conturbados com tanta ansiedade.

E quais poderiam ser as causas de tudo isso? 

Podem ser vários os motivos, reflita em sua vida para ver qual seria a sua real causa, que podem ser:

  • falta de confiança,
  • medo do que poderá acontecer no futuro,
  • preocupações exageradas e excessivas,
  • sem deixar de falar da negatividade.

A pessoa ansiosa tem que aprender a agir com mais calma e para isso tem que estar bem consigo mesma.

É claro que ter um pouco de ansiedade, é algo natural de qualquer ser humano, mas o que poderá ser prejudicial, é quando começa atrapalhar sua rotina.

E caso isso aconteça, deve-se estar atento e investigar para que não prejudique a pessoa, pois assim poderá levar até a alguns transtornos de ansiedade.

Esses transtornos apresentam alguns sintomas, como:

  • insônia,
  • depressão,
  • sudorese,
  • grande dificuldade de respiração,
  • palpitações no coração
  • e tensões musculares.

Reveja sua ansiedade e analise seus sintomas, mas não se desespere. Não deixe sua situação chegar a esse ponto, acredito que você não quer passar por isso. Não é mesmo?

Mas seria possível controlar um pouco essa ansiedade? Insegurança no Relacionamento

Mulher Independente
É possível controlar a ansiedade?

Em primeiro lugar é  preciso você querer e ser persistente em suas convicções e desejos.

Sei que estou ansiosa e quero reverter isso!

É necessário manter a tranquilidade, faça atividades que lhe deem prazer, algum esporte ou caminhada.

Preencha seu tempo ocioso! Caso perceba a ansiedade, faça o controle da sua respiração, aprenda a respirar para que você não ficar aflita.

A pessoa ansiosa por não ter controle sobre os outros, acaba se culpando, achando que é merecedora desse sofrimento.

Não se culpe e evite os comportamentos destrutivos, isso só a deixará mais ansiosa, sem forças para lutar e livrar-se dessas angústias.

Vá em busca da sua autoconfiança e eleve sua autoestima e se for o caso, resgate-a.

Uma boa dica para aliviar um pouco a ansiedade, é aprender, treinar, exercitar-se para sempre falar dos seus sentimentos, nunca os guarde, isso só traz amarguras e angústias.

Isso é um treino, que deverá ser bem trabalhado.

Agora que você já tentou de tudo e não consegue lidar com essa ansiedade e começa atrapalhar a sua rotina, é hora de buscar ajuda profissional, uma psicoterapia, para que você consiga encontrar seu próprio modo de superação. 

Através do seu autoconhecimento, fica muito mais fácil superar os obstáculos da sua vida.

Lembre-se que a ansiedade mal administrada prejudicada a qualidade dos relacionamentos.

Reverta isso e seja feliz!

Paula Espíndola

Paula Espíndola é Psicóloga clínica CRP 06/50889. Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional

Experiência em atendimentos sobre quaisquer relacionamentos, principalmente os relacionamentos amorosos.

Respondendo perguntas  no Canal do Youtube INSIGHT PSIQUE sobre relacionamentos feitas através das redes sociais, a seguir:

http://insightpsique.com.br

https://www.insightpsiqueonline.com.br/

https://www.facebook.com/Insightpsique/

http://instagram.com/insight_psique

https://www.youtube.com/channel/UCsAhzuEEAIuXFRt4Uymn6sg  

One thought to “Insegurança no Relacionamento e Ansiedade Geralmente Andam Juntas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.