Skip to main content
homem é tudo igual

Homem é Tudo Igual? Talvez Essa História Não Seja Tão Simples Assim!

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

HOMEM É TUDO IGUAL?

Todos os meus namorados terminaram comigo e me deixam só o lixo. (L.C.Z) Homem é Tudo Igual

Os homens são insensíveis! Por que ele fez isso comigo? Por que ele me deixou? Por que me traiu? Por que não me responde? Por que ele não me quer?

Quem nunca ouviu frases como essas? Homem é Tudo Igual

Perguntas como essas, torturam a mente de várias pessoas que se relacionam com homens.

O grandioso “X” da questão, está nas respostas, pois quando são questionadas acerca do motivo para elas terem sido deixadas, ou traídas, a unanimidade prevalece e a resposta é quase sempre:

“Homem é tudo igual, homem não presta.”

Para começo de conversa, posso afirmar: Os Homens não são todos iguais!

Afirmar que todos os homens são iguais é a mesma coisa que dizer que todas as mulheres são iguais.

E eu acredito que você não deve se achar igual a ninguém não é verdade?

Quer entender melhor os homens, leia esse artigo até o final e entenda melhor sobre o universo dos homens…

Homem é Tudo Igual Primeiramente, gostaria de informar que: umas das questões que mais distancia o homem é o Aprisionamento.

Sabe por quê?

Historicamente, o homem aprendeu a viver de maneira livre e sem muitas cobranças, visto que era ele, quem “regia as regras do lar e instituía o que deveria ser feito”.

Sendo assim, ao se perceber em local que coloca ele de frente da sua perda de liberdade, imagina o que ele vai fazer?

Isso não dá certo, quanto mais você tenta controlar, mais ele vai correr para longe de você.

O homem aprendeu a ser livre e não é possível mudar comportamentos instituídos por séculos, de uma hora para outra!

Cabe ressaltar que: Ser livre não significa que o indivíduo vai trair.

Leia também: Sexo Com Amor? Sexo é Bom e Com Amor é Ainda Melhor!

Ser livre é ter vontades próprias, seja elas quais forem e isso também abarca a questão da traição, porém, vai muito mais além disso, como:

  • jogar bola,
  • praticar esporte,
  • trabalhar,
  • ir academia,
  • tomar uma com os amigos em um barzinho.

A questão do trair, não está ligada ao ser “homem”, está ligado aos valores que esse possui e faz uso a partir de suas escolhas.

Ninguém é dono de ninguém! Precisa-se apenas estabelecer vínculos de confiança.

Homem é tudo igual? Talvez eles só queiram mais liberdade!
Homem é tudo igual? Talvez eles só queiram mais liberdade!

Homem é Tudo Igual É preciso ser companheiro (a) dele, mas sem controlá-lo, dê liberdade a ele e ele provavelmente voltará para você.

Outro ponto crucial para a possível perda, é: ser vítima de tudo!

Colocar o homem como culpado de tudo, poderá levá-lo a cansar da situação, pois os homens são objetivos e por muitas vezes compreendem da seguinte maneira:

Se sou o problema, então vou abandonar, que o problema resolve.

A culpa é dele, foi ele que me traiu, mas ele que terminou comigo, ele que não me ligava, ele isso, ele aquilo, ele é o culpado de tudo, inclusive de você existir, não é?

Quero dizer uma coisa para você: ninguém é só vítima em uma história.

Muitas pessoas acreditam que são vítimas, mas na íntegra, o único lugar em que elas são vítimas, é em suas cabeças e em seus pontos de vista.

Para melhor compreensão: Imagine que você foi demitido (a) do seu emprego, no momento em que você mais precisava e seu chefe sem dó e nem piedade lhe colocou “no olho da rua”…

Muitas pessoas podem pensar: a culpa é dele eu sou vítima disso, pois nesse momento estou precisando.

Até pode ser culpa dele, mas sempre observe o seu comportamento.

Em meio a diversos profissionais, o que levou ele optar por você?

Será que você não está falhando em algo?

Faça uma autoanálise! Homem é Tudo Igual

E se fosse um fim de um relacionamento e ele tivesse terminado com você?

Se ele terminou, quem é o culpado: Você ou ele?

Ah mas então por que ele não terminou comigo antes?

Será que sempre vai ter um “único” culpado?

Como falado pelos grandes sábios: é muito mais fácil apontar os erros dos outros do que olhar para o nosso próprio umbigo.

Ser vítima nunca muda nada, mas quando você encara seus erros de frente e tenta mudá-los, você tem maiores chances de reconquistar a pessoa desejada.

Juliano

julianoJuliano Coimbra dos Santos – CRP 16/3680. 

Psicólogo, Especialista em Sexualidade Humana, Especialista em Gestão Empresarial e de Recursos Humanos, Graduado no Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos.

Atua como Psicólogo Clínico e como Psicólogo na Execução da Medida de Internação Socioeducativa no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Estado do Espírito Santo – IASES.

Diretor da JCSPSIC – Treinamento & Desenvolvimento Humano e atua como Professor do Centro de Pós Graduações – CESAP.

Contato: coimbraopsicologoonline@gmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.