Skip to main content
gouinage

Gouinage: Já Ouviu Falar? As Várias Facetas da Sexualidade Humana!

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Gouinage: Já Ouviu Falar? 

Muitos encontraram no gouinage uma possibilidade de obter o prazer ideal e muita satisfação dos seus desejos.

Essa prática tem conseguido muitos adeptos no dia a dia, devido estar distante das tensões e dos desconfortos causados pela penetração.

Há um grande aumento de comunidades secretas em redes sociais, inclusive no Brasil.

Essas comunidades, possuem adeptos que, em algum momento de suas vidas, descobriram não só a possibilidade de satisfação sexual por meio do gouinage e que estão a procura de pessoas que buscam o mesmo prazer por meio dessa prática, visto que nessas redes, há muitos praticantes.

Tem gente dizendo que essa descoberta foi como uma “segunda saída do armário”.

Você já tinha ouvido falar de Gouinage? Já praticou? O que achou?

Esse termo é originário do francês, que quer dizer: lesbianismo, todavia, essa prática não está associado apenas às pessoas homosseuais do sexo feminino,  mas é semelhante à prática sexual delas, que consiste no homoerotismo, que á a atividade homo sem cópula, por meio do sexo sem penetração.

Sendo assim, essa prática possui um detalhe: a gouinage consiste em interações entre pessoas, desde que essas não incluam acessórios (Tipo dildos, vibradores, etc.),

Em alguns paises europeus, essa prática é discutida como uma nova tendência, porém no Brasil, esse assunto é novo e está em descoberta.

Por ser um assunto novo, a falta de informações tem sido escassa e muitos tem discutido de maneira infundada acerca do assunto e do que se trata.

Há muitos equívocos no que abarca a esse assunto, pois muitos tem comparado a gouinage ao “sexo tântrico”, mas ao contrário do mesmo, na gouinage não é preciso necessariamente de técnicas para aumentar o prazer, a única coisa que o indivíduo precisa lançar mão, é da criatividade, afinal, em qualquer prática sexual, quanto mais criatividade, maior será o prazer, pois tudo o que é novo, desperta interesse e desejo.

Outras pessoas dizem que é “sexo preliminar”: no qual promove a excitação do parceiro através de carícias, masturbação e sexo oral, o que daria à gouinage uma ideia de sexo incompleto.

Na íntegra, a gouinage consiste em contatos íntimos ‘naturais’, fazendo uso apenas do próprio corpo, exceto pênis ou próteses artificiais.

Essa prática possui como objetivo, levar o indivíduo a marcar os contatos que envolvam apenas o próprio corpo, sem acessórios extras.

Por causa dessa característica peculiar, essa prática passou a ser adotada também por homens.

Na gouinage não existe classificações sexuais, no sentido de ativo e passivo, todos possuem a mesma vantagem sexual, sendo assim, os dois indivíduos possuem a mesma capacidade de proporcionar prazer um ao outro.

Os dois possuem a mesma responsabilidade, que é exclusivamente o objetivo do prazer.

Mas como chegar a esse prazer? Lembra do uso da criatividade descrito acima? Agora é a hora de colocá-la em ação…

Pois os adeptos e curiosos dessa prática, utilizam de todo o ato sexual para a exploração dos cinco sentidos, sendo eles: olfato, paladar, tato visão e audição.

Para muitos, isso permite levar o prazer a um nível satisfatório ou muito maior, dependendo de pessoa para pessoa.

Para os adeptos dessa prática, a penetração é algo totalmente dispensável e o verdadeiro sentido, vai muito além de qualquer definição… …estudar o corpo do parceiro, excitar, sentir e proporcionar prazer, pode substituir, em alguns casos, a necessidade da penetração.

Há muitas divergências na conceituação do termo e na classificação, mas para que classificação, quando o objetivo é o prazer, não é?

O que importa é que: muitos descobriram na prática da gouinage a satisfação plena de seus desejos.

Fica a dica para você que deseja experimentar algo diferente ou apimentar a sua relação, independente da sua orientação sexual.

Saia do mesmo: EXPERIMENTE!

Juliano Coimbra

julianoJuliano Coimbra dos Santos – CRP 16/3680. 

Psicólogo, Especialista em Sexualidade Humana, Especialista em Gestão Empresarial e de Recursos Humanos, Graduado no Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos.

Atua como Psicólogo Clínico e como Psicólogo na Execução da Medida de Internação Socioeducativa no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Estado do Espírito Santo – IASES.

Diretor da JCSPSIC – Treinamento & Desenvolvimento Humano e atua como Professor do Centro de Pós Graduações – CESAP.

Contato: coimbraopsicologoonline@gmail.com

 

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.