Como conquistar mais pacientes por meio do e-mail marketing

Psicólogos, podem se utilizar de uma ferramenta extremamente interessante para conquistar clientes: o e-mail marketing.

Quando se fala em estratégias de marketing digital, muitas pessoas pensam logo em produção de conteúdo para divulgação no blog e nas redes sociais.

 

Contudo, profissionais das mais diversas áreas, incluindo psicólogos, podem se utilizar de uma ferramenta extremamente interessante para conquistar clientes: o e-mail marketing. Leia para conhecer mais informações sobre o assunto.

 

Por que utilizar e-mail marketing como estratégia

 

Você já imaginou quantas contas de e-mail existem? Bilhares, certamente. Agora, imagine você se utilizando da estratégia para enviar e-mails a muitas pessoas, promovendo aprendizado ao mesmo tempo em que divulga o seu espaço de atendimento online, seus produtos e serviços?

 

Contudo, apesar de ser uma tática interessante, só traz benefícios quando bem aplicada. Afinal, é muito fácil a pessoa se descadastrar para não receber mais e-mails seus, ou até pior, denunciar como spam. Veja abaixo como conquistar mais clientes pelo e-mail marketing.

Faça segmentações para promover personalização

 

É fácil fazer segmentação de pessoas para enviar e-mail marketing personalizado. Assim, a pessoa se sente especial, pois foi lembrada pelo seu espaço de atendimento online, em vez de o seu contato ser enviado de forma padrão para muitas pessoas.

 

Você pode segmentar perfis pelo tempo de contato, pelos ex-pacientes, por pessoas que apenas se mostraram interessadas no serviço, e assim por diante. Crie listas específicas para facilitar a segmentação e o envio, proporcionando mais chances de atingir o objetivo.

 

Aposte em datas estratégicas

 

É ótimo quando alguém se lembra do nosso aniversário e nos envia uma mensagem pela data, não é mesmo? Seu espaço de atendimento online pode fazer o mesmo, pelo envio de e-mail marketing a clientes ou potenciais clientes, pessoas que se cadastraram em sua página e deixaram seus dados pessoais.

 

Você também pode enviar e-mails em datas comemorativas, promovendo aprendizado sobre determinados assuntos relevantes à psicologia, e que se encaixam naquele período. Por exemplo: índices mais altos de depressão no inverno.

 

Invista em layout criativo

 

O e-mail marketing é uma estratégia de marketing digital, assim como anúncios patrocinados, conteúdo para o site, o blog e as redes sociais, e, como todos os métodos citados, deve refletir os valores da empresa. Portanto, deve ter o mesmo layout dos outros materiais.

 

Planeje seu e-mail marketing com antecedência, para que o material seja atrativo ao potencial cliente ou já paciente. Use a sua criatividade para atraí-lo, para que se mostre interessado pelo conteúdo e deseje saber mais sobre o assunto.

 

Atenção ao conteúdo publicado

 

No planejamento de conteúdo, não se esqueça de dar muita atenção ao texto. Ou seja, cuidado com erros gramaticais e ortográficos! Faça um texto coeso e coerente, e, de preferência, peça para outra pessoa revisá-lo.

 

O tom do e-mail marketing pode ser mais informal, como acontece no blog e nas redes sociais, mas deve se manter profissional, pois é um material publicado para divulgar o seu espaço de atendimento online e captar potenciais pacientes.

 

Capriche especialmente no título, pois é o primeiro conteúdo que será lido, antes mesmo de a pessoa abrir o seu e-mail.

 

Faça mensuração dos números

 

Como você saberá se as suas estratégias de marketing digital deram certo? Pelas métricas. Qualquer tática online, incluindo o envio de e-mail marketing, exige o estudo dos números, para eventuais ajustes.

 

Assim, você saberá se está trilhando o caminho certo, ou se precisa retomar o rumo das suas práticas digitais.

 

Sugestões infalíveis para o sucesso do seu espaço

 

Você conheceu sugestões infalíveis de marketing digital, para o sucesso do seu espaço de atendimento online. Não é mágica, é algo que exige esforço, dedicação e planejamento, mas que pode trazer os resultados que você deseja. Produza material de qualidade, para deixar as pessoas ansiosas para lê-lo!

Leia também: Cinco erros mais comuns dos psicólogos nas redes sociais

Há Braços,

Carlos Costa

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn