Em Meio ao Caos: é Possível Ter Autoestima e Vivenciá-la?

Em meio ao caos 

Em meio ao caos

“A mais profunda raiz do fracasso em nossas vidas é pensar, ‘Como sou inútil e fraco’. É essencial pensar poderosa e firmemente, ‘Eu consigo’, sem ostentação ou preocupação.” (Dalai Lama)

A cada tempo que vivemos presenciamos dificuldades e facilidades.

Não gosto de pensar que em tal época era mais fácil ou mais difícil.

O que observo é que a cultura muda, as necessidades sociais e pessoais também, e assim os problemas e soluções se entrelaçam e se renovam.

De acordo com o tempo em que estamos vivendo.

Ontem estava vendo um programa de TV e me surpreendi com uma reportagem e com a atitude do protagonista.

Em meio ao caos  Mamoudou Gassama um africano que está morando em Paris, mudou para a França com a esperança de uma vida melhor.

Ele, como a maioria dos imigrantes, mora em um bairro simples na cidade que escolheu para viver, mais distante dos locais que ele conhecia através da tela de sua TV e sonhava em viver.

Porém, uma atitude nobre e de muita coragem e amor está mudando sua trajetória.

Mamodou estava em um bar de sua nova cidade, vendo um jogo de futebol e ouviu uma confusão na rua.

Deixou o que estava fazendo e como um chamado maior que si mesmo, subiu alguns andares pela sacada de um prédio como um “homem aranha” e salvou uma criança que estava prestes a cair.

Não vou entrar no mérito da ausência dos responsáveis por este bebê, mas sim no grande mérito deste imigrante que não tinha emprego nem permissão para viver no país e agora é um herói na França.

Em meio ao caos  Conseguiu sua cidadania francesa, salvou uma criança e sonha em conhecer seus ídolos do futebol.

Mamodou, ídolo é você, meu caro.

O comportamento e atitude deste rapaz me fortaleceu.

Me ajudou a olhar para mim e para minha própria autoestima.

Ver a sociedade fazendo o bem deveria estar estampado todos os dias nos jornais, pois o bem ainda é a maioria, apesar de não vender nos jornais e nas notícias de TV.

Nossa autoestima pode sim ser fortalecida no meio do caos.

Se treinarmos nosso olhar, se estivermos atentos e cuidadosos com o outro e sim, com nós mesmos.

Visto que fazer o bem em meio ao caos nos fortalece também.

Em meio ao caos  Essa história de herói da vida real me remeteu ao grandioso filme italiano A vida é bela.

em meio ao caos
Filme citado: A vida é Bela.

Nesta fábula chapliniana de amor e fantasia, temos Guido (Roberto Benigni) um judeu que durante os horrores da segunda guerra mundial é levado junto com seu filho para um campo de concentração nazista.

Lá, o protagonista que está afastado de sua mulher, usa sua imaginação e amor para proteger seu filho e fazê-lo acreditar que estão passando por uma grande brincadeira.

Guido foi um herói para seu filho, criou uma realidade para eles em meio ao caos da guerra, e mesmo ambientada em um campo de concentração, a vida se faz bela.

A vida se faz integrada e inteira naquela relação entre pai e filho.

Voltando a Mamodou, o herói africano e agora francês, este também fez um grande papel de pai.

Em meio ao caos  Seu ato de coragem, amor e proteção, salvaram o filho do pai que naquele momento, esteve ausente, alheio ao que estava acontecendo, ao que era prioridade em sua vida.

Problemas reais de tempos atuais.

Cuidar da nossa autoestima também é estar atento ao que podemos doar ao universo, ao que devemos ajudar a nutrir na nossa sociedade a partir de nossas potências e potencialidades.

Cuidar da nossa autoestima e ver o que tenho de melhor, ser sim prioridade pra mim, e então, poder doar ao outro.

Mamodou teve a coragem de ouvir um chamado, acredito que intuitivo, de salvar aquela criança, mesmo sem nunca ter escalado nenhum prédio na vida.

Ele teve a coragem de sair do lugar comum, de beber sua cerveja e ver TV no bar.

Hoje o menino pobre e negro de Mali, é cidadão francês com oportunidades que jamais sonhou.

Em meio ao caos  Mamodou resgatou uma criança, e a mim, resgatou um olhar de esperança.

Com afeto, Suzane Guedes. em meio ao caos

Leia também o artigo que diz se é possível manter autoestima com problemas e dores emocionais: https://opsicologoonline.com.br/dor-emocional/

[captura]

Suzane Guedes é Psicóloga (CRP 05/42766), Especialista em Psicologia e Desenvolvimento Humano e Arteterapeuta Junguiana (AARJ 0853/0118)

Atua nas cidades do Rio de Janeiro e Três Rios-RJ com atendimento clínico à crianças, jovens, adultos e idosos; ministra grupos e oficinas terapêuticas. Também trabalha como orientação psicológica online.

Suzane acredita na psicoterapia como grande ferramenta de auxílio ao desenvolvimento pessoal e social.

Atendimento online: http://www.atendimento.opsicologoonline.com.br/suzane-guedes

Email: olharparasi@gmail.com

Instagram: @olharparas

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Carlos Costa

Carlos Costa

Psicólogo há 3 anos (CRP-06/122657), coach, empreendedor, músico, poeta e escritor. CEO e fundador do portal e plataforma “O Psicólogo Online”. Através de seus cursos e materias vem contribuindo com a psicologia e com os profissionais psicólogos para uma melhor prática da psicologia online no Brasil e com a valorização da profissão. É criador da plataforma de atendimento online “O Psicólogo Online” que auxilia psicólogos a agendarem e receberem por suas sessões de forma simples e segura.

Artigos recentes