Drogas: Por Que os Adolescentes Acreditam Que Deveriam Usá-las?

drogas

Drogas

Olá mais uma vez!

Hoje quero bater um papo com você sobre algo que você já deve ter ouvido muito, mas que me pergunto se falou tanto quanto ouviu.

Quando o assunto é droga, seja ela lícita ou ilícita, os pais costumam ser bem rígidos, não pode e ponto final, mas sejamos realistas, em algum momento você terá contato direto com alguma e a orientação é o melhor caminho, por isso mesmo vamos ao assunto.

Quando jovens temos como um dos nossos principais objetivos sermos aceitos em nosso meio, seja em grandes grupos ou por apenas uma pessoa e sei exatamente o quanto pode parecer atrativo utilizar algum tipo de droga, seja álcool, cigarro ou qualquer outra coisa, mas dai eu te pergunto:

O que te leva a gostar de alguém?

  • É o quanto ela bebe?
  • Se parece descolada fumando?
  • O quanto ela fica diferente e desinibida após umas doses?
  • Ou a “coragem” que você acha que ela tem?

Leia este artigo que fala um pouco mais sobre a adolescência: https://psicanaliseblog.com.br/category/adolescencia/

drogas Se sua resposta foi sim para qualquer dessas perguntas já te alerto que você não gosta da pessoa de fato mas sim do que ela se transforma quando suas inibições baixam e elas se deixam levar por seus impulsos e reduzem sua consciência.

drogas
Pessoas usam drogas lícitas e ilícitas para parecerem legais e serem aceitas.

Quão legal isso te parece?

Tudo bem que pode parecer um papo chato e repetitivo e sei também que não será isso que o fará voltar atrás de uma decisão, mas e se eu te falar que existem pessoas que dariam tudo para ter pensado melhor antes de decidir dar o primeiro trago ou tomar o primeiro gole?

Sim.

Meu objetivo aqui é te alertar para o lado ruim da coisa, pois você não deve deixar de fazer algo porque te dizem que não pode fazer, mas sim porque você sabe que os efeitos a curto ou longo prazo podem ser bem ruins e muitas vezes pode até mesmo ser fatal.

Informação.

Essa é a palavra de ordem em quase tudo que fazemos na vida, pois algumas experiências nós escolhemos ter porque precisamos sentir na pele os efeitos, mas outras apenas passamos porque ninguém nunca foi honesto o suficiente conosco para nós fazer entender que se fizéssemos poderíamos nos dar realmente muito mal.

Então seja você mesmo.

drogas
E ame, se ame em primeiro lugar e se aceite como é.

Entenda quem você é e o que te leva a tomar determinada decisão ou realizar alguma ação.

Isso mesmo.

Antes de qualquer coisa que faça na vida certifique-se que o fez porque realmente queria e não porque gostaria de provar algo para alguém, pois assim lá na frente você poderá e deverá ser o único responsável por qualquer coisa que lhe aconteça.

Será você o único protagonista da sua história e os demais apenas meros coadjuvantes, quando isso acontecer a satisfação será plena, seja a consequência muito boa ou muito ruim, você saberá que assim como fez acontecer pode também resolver da melhor maneira.

Pense nisso, um grande abraço e até a próxima!

Autoaceitação na adolescência, você se aceita? Leia este artigo e descubra: https://opsicologoonline.com.br/autoaceitacao-na-adolescencia/

 

[thrive_leads id=’498′]

 

Ellen de Oliveira Moraes Senra – CRP 05/42764

Psicóloga especialista em Terapia  Cognitivo Comportamental, autora do livro digital Adolescer sem Vacilo: Compreendendo o Universo Adolescente

Experiência no atendimento clínico a Crianças e Adolescentes individual ou em grupo.

Contatos: Tel/Whatsapp (21)97502-4033

Email: ellenmsenra@gmail.com

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Carlos Costa

Carlos Costa

Psicólogo há 3 anos (CRP-06/122657), coach, empreendedor, músico, poeta e escritor. CEO e fundador do portal e plataforma “O Psicólogo Online”. Através de seus cursos e materias vem contribuindo com a psicologia e com os profissionais psicólogos para uma melhor prática da psicologia online no Brasil e com a valorização da profissão. É criador da plataforma de atendimento online “O Psicólogo Online” que auxilia psicólogos a agendarem e receberem por suas sessões de forma simples e segura.

Artigos recentes