Dicas de marketing no LinkedIn para psicólogos

Psicólogos deveriam apostar no LinkedIn porque, além de ser uma rede corporativa, que pode favorecer o networking e o estabelecimento de parcerias profissionais, pode trazer mais pacientes para seu atendimento.
CHIANGMAI, THAILAND -JUNE 11, 2016:LG Nexus5 opened to Linkedin app. Linkedin is a social networking website for people in professional occupations.

O LinkedIn é uma rede social excelente para psicólogos, não somente para fins corporativos, como você perceberá a seguir. Leia o que preparamos para você, são dicas de marketing no LinkedIn, para psicólogos.

 

Por que apostar no LinkedIn?

 

Psicólogos deveriam apostar no LinkedIn porque, além de ser uma rede corporativa, que pode favorecer o networking e o estabelecimento de parcerias profissionais, pode trazer mais pacientes para seu atendimento.

 

Afinal, diferentemente das outras redes populares, como o Facebook, o LinkedIn é acessado para fins mais sérios.

 

Ou seja, o usuário não acessa a rede para jogar, postar brincadeiras ou mensagens divertidas e emotivas, mas principalmente para aprender e conhecer mais sobre assuntos de seu interesse.

 

Sendo assim, pode ser a rede que você procura para captar mais pacientes, e também para fidelizar os atuais. Veja como fazer isso.

 

Divulgue o conteúdo em outros canais

 

A sua página no LinkedIn precisa ser divulgada, após estar pronta. Para isso, você pode utilizar outras estratégias de marketing, como o e-mail, o blog, o site e outras redes sociais.

 

É a maneira mais comum de conquistar os primeiros seguidores.

 

Invista no benefício da visibilidade

 

Voltamos a mencionar o Facebook, desta vez para falar do seu algoritmo. Lá, não é toda publicação que aparece para os seguidores, porque os conteúdos são selecionados.

 

No LinkedIn, não há esse algoritmo, e tudo o que for publicado por seu perfil será exibido na página da companhia.

 

Ou seja, tudo o que você publica gera alcance aos seguidores, pois é quase certo que o conteúdo será exibido a ele em algum momento.

 

Crie conteúdo relevante

 

Se você acessa uma página e percebe que não houve atualizações com frequência, certamente se sentirá desestimulado a prosseguir com o hábito. Com o marketing de conteúdo não é diferente.

 

Quem não publica conteúdos com regularidade, não é lembrado. As pessoas não verão suas postagens nem acessarão o seu perfil, pois não há algo que desperte sua atenção.

 

Contudo, é preciso mais: além de gerar conteúdo com frequência, ele precisa ser relevante, atrativo. Assim, recebe cliques e leitura.

 

Outra dica que temos sobre a publicação de conteúdo é apostar na diversificação dos formatos.

 

Ou seja, não publique somente textos, invista também em imagens, apresentações de slides, pesquisas, vídeos, gráficos, e-book, etc. São formatos excelentes para o LinkedIn, e podem melhorar seus resultados.

 

Aposte na otimização

 

Você já ouviu falar em SEO? A Otimização para Sites de Busca é um conjunto de técnicas que podem tornar o seu site, blog ou perfil de rede social bastante conhecido, estando nas primeiras posições do buscador.

 

Para que o seu perfil no LinkedIn seja exibido em bom ranking no Google, é preciso seguir as recomendações do tópico acima, mas também inserir as palavras-chave que representam o seu negócio.

 

Sendo assim, é imprescindível colocá-las pelo menos nas abas “sobre nós” e “especialidades” e também nos artigos publicados.

 

Invista no LinkedIn Ads

 

O investimento, neste caso, é de capital. Ou seja, seu consultório, clínica ou espaço de atendimento desembolsa dinheiro para o LinkedIn publicar anúncios sobre o seu negócio, aumentando as suas chances de retorno.

 

O Adwords já acontece em outras plataformas, como o Google, o Facebook e o Instagram, e este sistema de anúncios tem um grande benefício, que é a segmentação.

 

Assim, o seu conteúdo é exibido a quem você acredita que seja o seu potencial paciente, de acordo com as suas características. Pode ser:

 

-conteúdo patrocinado;

-mensagem patrocinada;

-anúncios em texto;

-anúncios dinâmicos;

-anúncios de exibição.

 

Todas as opções de investimento podem gerar leads, tráfego e engajamento, táticas que podem captar pacientes para seu espaço de atendimento.

 

Como você pode perceber, com estratégias pagas ou gratuitas, o LinkedIn é uma rede social que vale a pena sua atenção.

Leia também: Ferramentas de marketing digital que um psicólogo pode utilizar

Há Braços,

Carlos Costa

 

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Carlos Costa

Carlos Costa

Psicólogo há 5 anos (CRP-06/122657), coach, empreendedor, músico, poeta e escritor. CEO e fundador do portal e plataforma “O Psicólogo Online”. Através de seus cursos e materias vem contribuindo com a psicologia e com os profissionais psicólogos para uma melhor prática da psicologia online no Brasil e com a valorização da profissão. É criador da plataforma de atendimento online “O Psicólogo Online” que auxilia psicólogos a agendarem e receberem por suas sessões de forma simples e segura e Co-Fundador do Instituto de Terapia Online, que capacita e certifica profissionais para atuarem online de acordo como o CFP.

Artigos recentes