Skip to main content
Diagnóstico de autismo

Diagnóstico de Autismo? Você Pode Estar Enganado!

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Provavelmente você já ouviu falar em autismo, certo? Diagnóstico de Autismo

Talvez viu alguma reportagem na televisão ou um artigo na internet.

E é por isso mesmo que resolvi não começar falando deste assunto hoje.

Mas então qual foi o motivo de mencioná-lo? Diagnóstico de Autismo

Por ele estar no topo da lista dos assuntos gerais hoje, os Transtornos Invasivos do Desenvolvimento, segundo nome encontrado no CID-10 (Código Internacional de Doenças).

Constantemente recebo em meu consultório, pais trazendo como queixa a suspeita de autismo.

Isso na maioria das vezes acontece já na fase de escolarização, onde os prejuízos no desenvolvimento aparecem de forma mais gritante por prejudicarem o desempenho da criança na escola e é a que normalmente leva a queixa aos pais e pede que busquem ajuda.

Mas por terem colocado o autismo tão evidente, não que isso seja ruim, de modo algum seria, acabaram esquecendo que existem outros transtornos que fazem parte do mesmo ‘time” por terem características similares.

E um profissional que não está familiarizado com o tema pode acabar desconsiderando outras possibilidades além do autismo.

Mas então quais são esses outros transtornos? Diagnóstico de Autismo

Diagnóstico de Autismo
Diagnóstico de Autismo

Bem, vou falar dos principais: 

  • Síndrome de Rett, 
  • autismo infantil,
  • autismo atípico,
  • transtorno desintegrativo da infância,
  • transtorno de hiperatividade associado a retardo mental e movimentos estereotipados,
  • síndrome de Asperger.

E o que tem em comum para serem confundidos?

Todos eles afetam as interações sociais, a comunicação, tem um repertório de interesses e atividades restrito, estereotipado e repetitivo, mas claro que não necessariamente a criança precisa ter todos esses prejuízos, nem todos os portadores desses transtornos terem no mesmo grau de intensidade.

E como podem ser diferenciados? Diagnóstico de Autismo

Neste caso, o melhor é abordar as diferenças um a um de forma breve, pois a verdade é que cada um deles merece um artigo só para si.

Mas vamos lá…

Síndrome de Rett

É mais comum em meninas, tem um desenvolvimento inicial que parece estar dentro da normalidade.

De forma geral ocorre uma perda total ou parcial de habilidades manuais adquiridas e da fala.

Pode ter o o desenvolvimento social e lúdico interrompido entre os 2 e 3 anos.

Transtorno Desintegrativo da Infância Diagnóstico de Autismo

Temos uma criança que aparentemente não tem nada de diferente em relação a outras crianças da mesma idade.

Mas de forma abrupta ou de forma sútil há uma perda definitiva de habilidades que já haviam sido adquiridas.

Isso ocorre em poucos meses, pode haver uma perda gradativa da fala e uma desintegração do comportamento. Diagnóstico de Autismo

Por isso tem esse nome, pois é como se de forma repentina a criança regredisse nas suas aquisições.

O Transtorno de Hiperatividade Associado a Retardo Mental e Movimentos Estereotipados

Este, apesar de não ter uma definição muito clara, nos fala das crianças que tem um QI abaixo de 50 e apresentam problemas de hiperatividade, desatenção e comportamentos estereotipados.

Síndrome de Asperger Diagnóstico de autismo 

É basicamente tão conhecida quanto o autismo, e na verdade recentemente foi unificado ao transtorno, mas essa discussão fica para depois.

Pois na verdade este difere do autismo por não ter um atraso global no desenvolvimento cognitivo ou na linguagem.

Autismo

Diagnóstico de Autismo
Diagnóstico de Autismo

Podemos dizer que tem a característica mais marcante, pois o atraso no desenvolvimento da criança se apresenta antes dos 3 anos.

E pelo funcionamento anormal no comportamento, na interação social e na comunicação e é mais frequente em meninos do que em meninas.

Mas e o autismo atípico? 

Na verdade, ele difere do autismo por ter uma idade de início que normalmente ultrapassa os 3 anos ou por falhar em preencher as três características que são usadas como critério para o diagnóstico.

Bom, esses são basicamente os transtornos que confundem muitas pessoas, tanto profissionais quanto leigos. Diagnóstico de Autismo

E por isso é necessário conhecer pelo menos um pouco antes de dizer que uma criança tem um deles, pois a forma de proceder com cada um na intervenção medicamentosa e na terapêutica são diferentes e o tratamento errado pode prejudicar mais ainda a criança.

Andrea

andrea-luccasAndrea Luccas é psicóloga clínica e especialista em neuropsicologia, sua grande paixão.

O foco do seu trabalho é a avaliação e reabilitação de pacientes de todas as faixas etárias, desde crianças de 2 anos e meio até idosos de 89 anos.

Além do trabalho na clínica, desenvolve palestras, workshops, cursos e rodas de conversa sobre os mais variados temas ligados à neuropsicologia.

Contato: (11) 985993281 (WhatsApp)

E-mail: contato@psicoandrealuccas.com.br

 

 

Compartilhe esse artigo!

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.