Skip to main content
desejo sexual

A Falta de Desejo Sexual Está Ligado a Fatores Psicológicos?

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Desejo Sexual

Desejo Sexual

Em minha última publicação para essa página, foi escrito um artigo com o tema: Aventura Sexual: Será Que a Grama Do Vizinho é Sempre Mais Verde?

Hoje quero trazer à tona a reflexão das práticas sexuais de casais que estão juntos há algum tempo, sendo assim, como estão as suas Práticas Sexuais?

Estão Fantasiando ou deixando Morrer?

Uma das maiores dúvidas de muitos casais que estão há algum tempo juntos, é: como aumentar o desejo sexual?

Desde os primórdios, problemas com o desejo sexual, sempre foram questões mais comuns entre as mulheres.

Visto que os homens, sempre se colocavam com suas “potências” sempre prontas para o ataque.

Na atualidade, a situação parece não ser da mesma maneira.

Pois torna perceptível o aumento substancial de homens com esse tipo de queixas, buscando ajuda psicoterápica e médica.

Visto que não estão dando conta de lidar com essa falta de desejo.

Pois no imaginário social, o homem sempre teve que dar conta das mulheres que lhe procuram para envolvimentos.

Na atual conjuntura, ainda não esta claro se os homens contemporâneos estão de fato sofrendo mais desta disfunção.

Ou se na modernidade buscam mais a ajuda de profissionais quando sentem ou percebem que realmente têm um problema/sintomas.  

São muitas as causas da falta de desejos ou da perda de vontade de  ter relações sexuais, seja para pessoas do sexo feminino, quanto para o sexo masculino. Desejo Sexual

desejo sexual
A falta de desejo sexual acontece tanto nos homens quanto nas mulheres!

Dentre as causas, pode-se citar:

  • relações de longa duração,
  • monotonia no casamento,
  • maus tratos,
  • falta de comunicação,
  • sexualidade reprimida,
  • pressão psicológica,
  • relação de poder e sua perda,
  • doenças físicas e psíquicas, dentre outros.

A falta de desejo sexual é um dos problemas, menos sexuais de todos os problemas sexuais, pois estão diretamente interligados com as questões emocionais e psicológicas.

Para tratar qualquer problema de ordem psicológica, a primeira coisa que requer é o desejo de mudança e cura.

Outra coisa extremamente importante é a paciência, pois o prognóstico é lento.

Ninguém consegue mudar-se em um segundo, certo? Desejo Sexual

É preciso buscar ajuda Psicológica e por muitas vezes, essa poderá ter como aliada, a terapia medicamentosa.

Todavia, em situações extremamente específicas, pois em sua grande maioria, apenas a psicoterapia sexual, se faz eficaz.

Para melhor resultado, a terapia sexual deve ser agregada à terapia de casal como em quase todas as disfunções.

A participação mais ativa do parceiro(a) é muito importante, pois esse processo de reestruturação, deve acontecer em níveis mais profundos.

Leia Também: Sexo Virtual: Do Prazer à Compulsão!

Para que o autoconhecimento acerca da sexualidade e da maneira de funcionar de cada um dos indivíduos da relação, minam os entraves que prendem o casal ou um dos indivíduos, de fantasiar com seu parceiro(a) e entregar-se por completo à relação.

A psicoterapia sexual além de tratar questões específicas dos indivíduos e também do casal, vai ser grande estimuladora do uso de fantasias e masturbação. desejo sexual

Também vai cooperar para o restabelecimento da parceria do casal, pois são fatores fundamentais para quem sofre da perda do desejo sexual.

Não espere mais… …busque ajuda, afinal, em sua PRÁTICA SEXUAL, vai FANTASIAR OU DEIXAR MORRER?

Leia Também: O que é pompoarismo?

julianoJuliano Coimbra dos Santos – CRP 16/3680. 

Psicólogo, Especialista em Sexualidade Humana, Especialista em Gestão Empresarial e de Recursos Humanos, Graduado no Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos.

Atua como Psicólogo Clínico e como Psicólogo na Execução da Medida de Internação Socioeducativa no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Estado do Espírito Santo – IASES.

Diretor da JCSPSIC – Treinamento & Desenvolvimento Humano e atua como Professor do Centro de Pós Graduações – CESAP.

Contato: coimbraopsicologoonline@gmail.com

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.