Skip to main content

Currículo: 8 Dicas Importantes Para Criar um Currículo de Impacto

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Currículo

Currículo É fato que o país está passando por uma crise econômica e consequentemente os altos índices de desemprego estão cada vez mais alarmantes.

Perder o emprego e conquistar outro não são situações fáceis, primeiro pois, você passou a maior parte da sua vida dentro de uma organização prestando seus serviços e no final o seu “ganha pão” é tirado de você.

Leia Também: Ética no Trabalho e na Vida!

Já o segundo, para os jovens é desafiador conquistar um emprego, já que a maioria das empresas buscam no jovem experiência, o que pode gerar um conflito caso o mesmo tenha se dedicado somente aos estudos durante a faculdade. Currículo

Para os mais velhos o mercado se fecha ainda mais com o passar dos anos. Então como podemos nos manter atrativos para o mercado de trabalho com um bom currículo?

Sabe aquele lindo cartão de visita?

Pois bem ele será o seu currículo, com as 8 dicas a seguir:

#1 – A primeira dica para um currículo que chame a atenção é simples, não colocar informações que não são verdadeiras.

Você deve avaliar tudo que será colocado ali, portanto não adianta dizer que tem experiência se a mesma não for comprovada em carteira, o mesmo com o inglês, não coloque caso você não tenha o domínio do idioma, pois, você pode ser testado na entrevista.

#2 – Os dados pessoais são básicos; nome completo, e-mail, telefone, endereço, idade ou data de nascimento, e o endereço do seu perfil no Linkedin (se tiver) e das outras redes sociais.

No e-mail verifique se o seu e-mail é profissional, e-mails como; “ana123 ou ana.linda” não são e-mails apropriados.

#3 – Cuidado com as redes sociais, aqui mora um grande vilão ou herói do seu currículo, tudo que constar no seu currículo deve contar no Linkedin.

Facebook, Youtube entre outras redes devem passar realmente a imagem de quem você é, ou seja, cautela nas redes sociais.

Redes sociais não são ferramentas de “desabafo”, portanto se precisa discutir algo emocional procure um profissional e tome cuidado com o que posta nas redes.

Alimentar suas redes sociais com informações importantes para a sociedade, fotos pessoais que proporcionem credibilidade, vídeos informativos.

A forma como você usa essa ferramenta diz muito sobre você, e um bom avaliador irá pesquisar quais conteúdos fazem parte dela.

#4 – A área de atuação é fundamental, se você saiu da faculdade ou curso técnico e quer trabalhar na área especifique no currículo.

Se você tem mais idade e durante uma boa parte da vida adquiriu vasta experiência em algo, de a ele visibilidade no currículo.

#5 – Sua formação deve ser clara e objetiva, descreva os cursos enfatizando a modalidade, a instituição, a localização do curso e o período do curso. Aqui entra outros idiomas.

#6 – Pense nas suas qualificações, faça um resumo breve das qualidades que podem favorecer a sua imagem perante a vaga que esta buscando na organização.

Se você publicou artigos em alguma rede social, se fez trabalhos voluntários, e deixe claro as habilidades adquiridas.

#7 – Sabe a cereja do bolo? Pois bem ela chegou, capriche na experiência profissional. Aqui vem os anos trabalhados em outras organizações, qual foi o cargo, o tempo que permaneceu nele, uma breve descrição do que você realizava.

Caso tenha várias experiências tente ressaltar as que mais tem a ver com o cargo que está buscando com essa organização. Se você é jovem vale a pena colocar os estágios curriculares e o que aprendeu com eles.

#8 – No final, cursos e outras atividades; cursos técnicos, participação em eventos, publicações em jornal e revistas. Algo que de credibilidade a sua imagem, mas lembre-se nada de escrever um livro!

Portanto, não precisa de recursos gráficos como bordas, sombras e cores diferentes. Deixe a imagem de lado, ao menos que a organização solicite uma foto.

Leia Também: Álcool e Trabalho Uma Relação Enganosa: Saiba o Que Fazer Para Mudar!

Cuidado com a linguagem, erro gramatical não causa boa impressão. O formato do currículo é simples, uma letra legível, Arial ou Times, fonte 12, ressaltando os subtítulos para 14, tamanho A4.

Tente deixar as informações no máximo em duas páginas. A simplicidade é o caminho, não mude a sua história, assim o medo da entrevista irá embora, mentir para o currículo e na entrevista de emprego é mentir para si próprio.

gabiGabriela Cecarechi é Psicóloga (CRP 06/123484) e Coach, pós-graduanda em Psicologia Organizacional e do Trabalho e Selecionadora com Foco em Competências. Além da coluna no blog o Psicólogo Online é Colaboradora no Jornal JC Regional de Pirassununga-SP.

Apaixonada pelas relações humanas no âmbito organizacional e idealizadora de um mundo igualitário com oportunidades para todos, auxilia os empreendedores a alcançarem seus objetivos e metas, atrelado ao bem-estar psíquico.

Contatos: Celular: (19) 9 8187-4416

E-mail: [email protected]

Página no Facebook: facebook.com/gabrielacecarechipsicologaorganizacional

Indicação de Livro: Como Preparar Um Bom Curriculo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.