Skip to main content
como lidar com meu filho

Como Lidar Com Meu Filho? Especial Dia Das Mães!

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Como Lidar Com Meu Filho

Oi mamães, Como Lidar Com Meu Filho

Com a chegada do dia das mães, os sentidos parecem que aguçam mais, não é? Vem aquele aperto no peito e as emoções sempre falam mais alto.

Porém, muitas reflexões sobre suas atitudes maternas também passam na cabeça durante esse mês. Com isso, algumas dúvidas surgem e, pensando nisso, o artigo dessa semana será dedicado a vocês! 

Já reparou como todos adoram dar palpite de como você deve criar seu filho? Como Lidar Com Meu Filho

Mãe, amigo, sogra, vizinho, reportagens… parece que todos eles sabem ou querem saber muito mais do que você, não é? (rs).

Elaborei esse rápido artigo não para passar essa impressão e dar instruções do que você deve ou não fazer, mas para trazer a reflexão a questão do vínculo materno e como isso pode influenciar na personalidade de seu filho.

Quantas vezes você já escutou “Você mima demais sua filha!”, ou, “Você precisa ser mais presente e dar atenção para seu filho!”. Como Lidar Com Meu Filho

São tantas opiniões que, muitas vezes, fica difícil saber a quem escutar, como agir ou a quem recorrer em caso de dúvidas.

É claro que a maneira que a criança é educada influencia diretamente em seu desenvolvimento e na personalidade quando adulto.

E, de fato, dar muita ou pouca atenção é prejudicial no estabelecimento do vínculo. Vamos então para alguns exemplos: Como Lidar Com Meu Filho

Quando a criança é desprezada, suas opiniões não são valorizadas e ela não consegue sentir esse amor paterno genuíno, tende a crescer acreditando que não é digna de ser amada.

E, ainda quando criança, pode manifestar essa insatisfação com alguns comportamentos negativos, como: choros frequentes, agressividade verbal ou física, notas baixas, etc.

Leia Também: Aos Pais, Cuidado! O Sexting Pode Afetar Seus Filho(as) de Forma Negativa!

Agindo assim, ela consegue voltar a atenção para ela, ainda que seja para brigar, pois é a maneira que encontrou de ter o olhar dos pais.

Do mesmo modo, dar atenção demais, superproteger ou ficar o tempo inteiro fazendo coisas pelo filho pode ser prejudicial para o vínculo, pois gera nele sentimento de incapacidade ou insegurança.

A criança cresce acreditando que somente com os pais conseguirá alcançar seus objetivos ou fazer coisas. Como Lidar Com Meu Filho

E isso é facilmente visualizado quando a criança demonstra muita timidez quando deve fazer algo sozinha ou quando chama pelos pais em diversas situações que facilmente daria conta sozinha, quando chora por ter que ir à escola, quando quer dormir na cama dos pais.

E, para não ver o sofrimento do filho, ou, para o filho não se sentir abandonado, os pais cedem com frequência a esses apelos. Como Lidar Com Meu Filho

O que fazer então? Ser inconstante? Nem pensar! Como um ser humano sentirá segurança e confiança em assumir posições e opiniões se crescer em um lar sem regras ou se puder contar com o apoio dos pais para suas angustias e frustrações hora sim, hora não?

Como lidar com meu filho? É preciso equilíbrio!
Como lidar com meu filho? É preciso equilíbrio!

A inconstância na verdade mostra muito a insegurança dos pais, tome por exemplo este caso: O filho pede algo e a mãe diz firmemente que não. Então o filho chora, fica bravo e finalmente se tranca em seu quarto.

A mãe, cujo a crença pessoal é a do abandono, ficará pensando no mal que fez ao dizer não para o filho, do quanto isso pode deixa-lo chateado ao ponto de não gostar mais dela. Rapidamente então, ela vai atrás do filho, se redime e oferece aquilo que ele pedia.

Lembre-se sempre que a dosagem é tudo! E como acertar a dosagem, sem ser inconstante? Como Lidar Com Meu Filho

Basta oferecer a seu filho um lar seguro, onde fique claro para ele que, quando precisar (isso não significa toda hora), vocês estarão lá para apoia-lo e auxilia-lo.

Agindo assim você, não deixará seu filho dependente emocionalmente de você, mas influenciará na autonomia e a autoconfiança dele, pois ele sabe que é capaz de fazer coisas sozinho, o amor dos pais o impulsiona para isso.

Leia Também: 7 Dicas Para Saber Como Lidar com a Dependência Emocional

Porém, se algo der errado lá na frente ele sabe que ele tem apoio para lidar com a situação, ou se não tiver naquele momento, ele adquire a capacidade de se reinventar.

Apenas seja você! O primeiro passo é tirar toda essa pressão do que deve ou não deve fazer, pois, se algo sair do seu controle, a culpa virá no lugar e trará a você sentimentos de incapacidade.

Então, dê seu melhor – o que não significa que é o melhor do outro – e confie de que você é capaz de educar seu filho e de propiciar um bom vínculo. Como Lidar Com Meu Filho

Ele precisa sentir que você está segura para isso e, se você achar que não está, não tenha medo ou não se sinta constrangida em buscar ajuda profissional.

Tire um momento para você, pois quando você se cuida, consegue cuidar do outro. 😉

Beijos,

Karol

Para Orientação Psicológica Online com a Karol Clique Aqui!

como lidar com meu filhoKaroline Lima é Psicóloga (CRP 06/121579), mora na capital de São Paulo, atua na clínica atendendo crianças, jovens e adultos e realiza orientação psicológica online. É palestrante e apaixonada por saúde emocional nas relações.

Contatos:
E-mail – karoline.lima-psi@hotmail.com
Telefone – (11) 94779-3309
Instagran: @karol.limas

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.