Skip to main content
pessoa com depressão

Como Ajudar Uma Pessoa Com Depressão?

Tempo estimado de leitura: 11 minutos

Quando uma pessoa da família ou um amigo apresenta um quadro de depressão, seu apoio e encorajamento podem ser primordiais para a recuperação! Porém, a depressão em uma pessoa querida também pode deixá-lo para baixo, se você negligenciar sua próprias necessidades. Quer saber como ajudar uma pessoa com depressão? Neste artigo você vai encontrar algumas orientações que podem ajudá-lo a apoiar uma pessoa deprimida procurando evitar que isso afete seu equilíbrio emocional!

Como Ajudar Uma Pessoa Com Depressão?

 

A depressão é uma doença grave que pode afetar todos os tipos de pessoa, em qualquer faixa etária. Crianças, adolescentes, adultos e idosos. A depressão não escolhe etnia, credo ou classe social. Ela surge no cotidiano das pessoas e causa muito sofrimento e dor. Ela não faz sofrer apenas quem está com depressão, mas também todas as pessoas em sua volta.

Se alguém que você ama esta deprimido, você pode estar passando por sentimentos de impotência, frustração, medo, raiva, culpa e tristeza. Esses sentimentos são comuns, porque de fato não é fácil lidar com alguém da família ou uma pessoa querida que esta com depressão. E se você não cuidar de seu equilíbrio emocional, pode também adoecer.

“Nenhuma vida em nenhum lugar, nenhuma vida nesta cidade ou neste lugar ou nesta existência deprimente.”

Charles Bukowski

Ao saber disso, posso tentar confortar você minimamente, mostrando algumas formas de como ajudar uma pessoa com depressão. Comece aprendendo sobre a depressão (clique aqui e leia o artigo O que é derpessão? Causas, Sintomas e Tratamentos) pesquise, se informe, a informação é grande aliada nesse momento, para não se criar fantasias e expectativas que não condizem com a realidade.

Outra dica muito importante é pensar sobre suas próprias necessidades, isso não é uma atitude egoísta, é algo necessário. Pois será o seu equilíbrio emocional o principal aliado, ele que lhe dará forças para dar apoio contínuo ao seu familiar ou amigo com depressão. Portanto, não entregue-se 100% aos cuidados com a pessoa querida, reserve um tempo para cuidar de si! Vamos falar mais sobre isso, continue lendo o artigo!

Compreendendo a Depressão

Pessoa com depressão!
A depressão é uma doença grave!

A depressão é uma doença grave: Não subestime a gravidade da depressão! A depressão suga todas as forças de uma pessoa, todo seu otimismo, energia e motivação. Uma pessoa com depressão não vai simplesmente “sair dessa” por um pequeno ato de força de vontade.

Os sintomas de depressão não são pessoais: a depressão torna difícil a demonstração de afeto por parte de quem está deprimido, por mais que a pessoa te ame. Além disso, em alguns momentos ela pode dizer coisas que te deixarão chateado ou com raiva. Mas lembre-se que é a depressão quem está falando, e não a pessoa!

Esconder o problema não vai fazê-lo ir embora: Não seja um cúmplice da depressão. Esconder o problema de outros familiares e amigos ou fingir que nada está acontecendo não vai ajudar em nada. Na verdade essa atitude pode impedir a pessoa de buscar tratamento.

Você não pode “curar” a depressão de outro pessoa: Não tente resgatar sozinho a pessoa querida da depressão. Você não vai curar uma pessoa da depressão só porque você quer. Você pode ajudar, mas é importante saber que você não é o responsável pela depressão da pessoa, muito menos pela sua felicidade. Em última análise, a recuperação está de fato nas mãos da própria pessoa e para conseguir se recuperar ela vai precisar de ajuda profissional.

A Pessoa Que Você Quer Ajudar é Um Familiar ou Amigo?

A família e os amigos são a linha de frente para ajudar uma pessoa com depressão. É por isso que é importante compreender os sinais e sintomas da depressão. Você pode perceber a mudança no comportamento de uma pessoa próxima e influenciá-la a buscar ajuda o quanto antes.

família ajudando
família unida para ajudar

Fica atento a estes sinais

  • A pessoa parece não se preocupar mais com nada.
  • Está estranhamente triste, irritada, mal-humorada, crítica ou temperamental.
  • Perdeu o interesse no trabalho, hobbies, sexo e outras atividades prazerosas.
  • Fala sobre se sentir impotente ou sem esperança.
  • Expressa uma perspectiva negativa sobre a vida.
  • Queixa-se frequentemente de dores como, dor nas costas, dores de barriga, dores de cabeça, etc.
  • Reclama em sentir-se cansado ou exausto o tempo todo.
  • Deixou de participar de atividades sociais com amigos, familiares, etc.
  • Come mais, ou menos que o habitual e ganhou ou perdeu peso.
  • Tornou-se esquecido, indeciso ou desorganizado.
  • Ingere bebidas alcoólicas mais que o habitual ou esta usando drogas, inclusive remédios pra dormir ou analgésicos.

Como Falar Com Um Ente Querido Sobre Depressão?

pessoa comd epressão
Converse com a pessoa!

As vezes pode ser difícil falar com uma pessoa querida que está com depressão. Você pode ter medo de expressar suas preocupações por pensar que a pessoa ficará com raiva ou pode sentir sua privacidade invadida de alguma forma. Então você fica com receio sobre o que falar e como falar ou sobre o que fazer e como fazer.

Se você não sabe por onde começar, tenho algumas sugestões que podem te ajudar. Mas lembre-se de que apenas estar próximo e ser um bom ouvinte é sempre melhor do que dar conselhos. Você não tem que tentar “curar” a pessoa, você apenas precisa mostrar que está com ela para apoiá-la. Muitas vezes apenas conversar com alguém em quem se pode confiar pode ser uma grande ajuda para quem está com depressão. Incentive a pessoa a falar sobre seus sentimentos e esteja disposto a ouvir sem julgar.

Não espere que tudo se resolva com uma única conversa, pessoas deprimidas tendem a se isolar, você poderá manifestar seu desejo de ajudar e ouvir mais de uma vez. Procure ser gentil e persistente!

Formas de Iniciar a Conversa

  • Estou muito preocupado com você ultimamente.
  • Ultimamente tenho notado algumas diferenças em seu jeito de ser, gostaria de saber se esta tudo bem, ou se precisa de algo.
  • Gostaria de saber como você está se sentindo, pois tenho percebido você muito para baixo ultimamente.

Perguntas Que Você Pode Fazer

  • Quando você começou a se sentir assim?
  • Aconteceu algo para que você começasse a se sentir assim?
  • O que eu posso fazer para te ajudar? Pode contar comigo!
  • Você já pensou em procurar ajuda profissional?

O Que Você Pode Dizer Para Ajudar?

  • Você não esta sozinho nessa, estou contigo para o que você precisar.
  • Você pode não estar bem agora, mas o que você está sentindo agora pode mudar e você pode ficar bem.
  • Eu posso não saber de fato o que você está sentindo, mas eu me preocupo com você e estou disposto a ajudar.
  • Você é muito importante para mim, sua vida é muito importante para mim.
  • Diga-me o que posso fazer agora para te ajudar.

O Que Você Deve Evitar Dizer?

  • Isso é coisa da sua cabeça.
  • Todos nós passamos por momentos difíceis
  • Veja as coisas pelo lado bom.
  • Você tem tanta vida pela frente, porque esta assim?
  • Eu não posso fazer nada por você.
  • Tente tirar alguma lição disso.
  • O que há de errado com você?

Ao Ajudar Uma Pessoa Com Depressão Lembre-se de Cuidar de Si Mesmo.

pessoa cuidando de si
Cuide de seu equilíbrio emocional!

Existe um impulso natural em querer ajudar uma pessoa querida a superar a depressão, mas você não pode fazer isso por ela. Antes de gastar toda sua energia ajudando alguém que está com depressão, certifique-se de que sua saúde física e mental estejam em bom estado. Se você entrar em colapso diante da pressão de tentar ajudar, certamente não vai conseguir ajudar.

“Eu cuidarei do seu jantar, do céu e do mar, e de você e de mim.”

Nando Reis

Dicas Para Cuidar de Si Mesmo.

Pense nesse momento que você é um atleta que precisa de energia extra para alcançar seus objetivos. As dicas a seguir podem ajudar você a manter sua força enquanto apoia um ente querido com depressão.

Falar de si: Você pode não querer falar como está se sentindo para a pessoa que esta ajudando. Mas uma comunicação honesta pode ajudar o tratamento em longo prazo. Se você começar a construir ressentimento a pessoa pode perceber esses sentimentos negativos em relação a ela e sentir-se ainda pior. Tente gentilmente falar sobre como se sente antes que as emoções reprimidas possam fazer com que você não consiga mais se comunicar com sensibilidade.

Estabeleça Limites: Claro que você quer ajudar , mas você vai sofrer muito se deixar sua vida ser completamente dominada pela depressão da pessoa querida. Não há como zelar por essa pessoa 24 horas por dia sem pagar um preço psicológico. Para manter sua saúde, estabeleça limites claros sobre o que você está disposto e é capaz de fazer.

Não abandone sua vida: Enquanto você está ajudando uma pessoa querida com depressão é inevitável ter que fazer algumas mudanças em sua rotina, porém procure manter seus compromissos e seu planos no trabalho, com amigos, etc. Se a pessoa que está com depressão não esta apto a fazer uma viajem que haviam planejado por exemplo, procure alguém de confiança para ficar com ela em seu lugar nesse período.

Procure apoio: É muito importante você buscar apoio psicológico para poder manter seu equilíbrio emocional. Um psicólogo, um grupo de apoio, ou mesmo um amigo de confiança,  podem te ajudar. Você não precisa entrar em detalhes sobre a depressão de um ente querido, mas você pode falar sobre suas emoções e como esta se sentindo por conta do que está passando. 

Veja este artigo sobre Psicoterapia e saiba como ela pode te ajudar!

Como Incentivar a Pessoa Com Depressão a Procurar Ajuda?

Você pode não ter controle sobre a depressão da pessoa, mas você pode incentivá-la a procurar ajuda. Fazer com que uma pessoa com depressão faça um tratamento pode ser muito difícil. A depressão suga toda a energia e motivação da pessoa e por conta disso a mesma pode resistir em seguir um tratamento. Os pensamentos negativos podem levá-la a pensar que o tratamento é inútil.

Se seu ente querido resiste em procurar ajuda ou em aderir a um tratamento?

Sugira um check up geral: A pessoa pode apresentar menos resistência em passar por um médico que ela já conheça, do que passar diretamente por um profissional da saúde mental como o psiquiatra ou psicólogo. Pode ser que o parecer de um médico em qual a pessoa já tenha confiança facilite o encaminhamento para um profissional de saúde mental.

Ofereça ajuda para procurar um profissional de saúde mental e o acompanhe nas primeiras consultas: Encontrar um bom profissional e um tratamento adequado pode ser difícil e muitas vezes é um processo de tentativa e erro. Para uma pessoa já deprimida é importante a companhia e o apoio para escolher os profissionais e os tratamentos disponíveis.

Incentivar a pessoa a fazer uma lista de seus sintomas e sentimentos para discutir com o profissional: Você pode ajudar a pessoa, falando sobre as coisas que você também percebe diante do quadro de depressão da pessoa querida como “você parece se sentir muito pior durante a noite” ou “você costuma sentir dores no estomago quando falamos em sair para dar uma volta”.

Apoiar a Pessoa Amada no Tratamento Para Depressão

apoiando alguém com depressão
O apoio é fundamental!

Se você está mesmo disposto a ajudar alguém com depressão, seja ela um parente ou amigo, você pode ajudar muito dando amor incondicional e apoio durante todo o tratamento. Trata-se de ser compreensivo e paciente, o que não é nada fácil quando se lida com a negatividade, hostilidade e mau humor que andam de mãos dadas com a depressão.

Leia: 7 Dicas para ajudar alguém que precisa de apoio emocional! 

Prestar assistência a pessoa: Ajuda seu ente querido a manter seus compromissos e a cumprir diariamente o tratamento prescrito.

Tenha expectativas realistas: pode ser frustrante ver a luta de um ente querido diante da depressão se você não tiver a consciência de que na maioria das vezes o tratamento é longo e a pessoa não vai melhorar da noite para o dia. Então tenha consciência disso para não se frustrar.

Seja um exemplo: por mais difícil que possa ser, procure ser um exemplo para a pessoa que quer ajudar lavando um estilo de vida mais saudável e positivo. Evite álcool e drogas, pratique exercícios, se alimente melhor e incentive a pessoa a te acompanhar.

Incentive o convívio social: Convide seu ente querido a ir a um passeio, ir ao cinema, jantar em um restaurante com uma comida que você sabe que ele gosta ou até mesmo a ir ver uma comédia no teatro. O convívio social é extremamente útil para manter a pessoa em movimento. Fazer uma simples caminhada pode ser extremamente útil também. Pode ser que a pessoa não aceite seu convite tão facilmente, seja gentil e amorosamente persistente, não desanime e não pare de convidar.

Atenção! O Risco de Suicídio é Real!

O que fazer em uma situação de crise? Se você acha que seu ente querido está em risco imediato de cometer suicídio não o deixe sozinho. Você pode ligar para um serviço de emergência para pedir apoio.

Esses telefones podem ser uteis.

  • 192 – Serviço Público de Remoção de Doentes (ambulância)
  • 193 – Corpo de Bombeiros
  • 141 – Centro de Valorização da Vida (CVV)
  • 160 – Disque Saúde

Por mais que seja difícil acreditar que a pessoa querida possa de fato querer suicidar-se, a tentativa de suicídio é algo que não deve ser desconsiderada, pois uma pessoa deprimida pode não ver outra saída. A depressão distorce o pensamento e pode levar a pessoa a acreditar que o suicídio é a única solução para acabar com a dor que esta sentindo.

Quando alguém está com depressão o suicídio é um perigo real. Fique atento aos sinais de alerta que a pessoa pode dar, veja alguns exemplos:

  • Falar sobre suicídio, morte, ou machucar a si mesmo.
  • Preocupação com a morte
  • Expressar sentimentos de desesperança e ódio de si mesmo
  • Agir de forma perigosa e auto-destrutiva
  • Procurar por remédios, armas ou objetos letais

Se você acha que um ente querido pode ter tendências suicidas fale com ela o mais rapidamente possível sobre suas preocupações. Muitas pessoas não se sentem confortáveis em trazer o tema a tona, mas é uma das melhores coisas que você pode fazer por ela no momento. Falar abertamente sobre seus sentimentos e pensamentos pode salvar a vida de uma pessoa que esta pensando em suicídio. E jamais deixe de procurar ajuda profissional, pois por mais que tentemos ajudar, ainda assim existe o risco.

Se você gostou desse artigo assine nossa lista de E-mail, siga-nos nas redes sociais e  compartilhe este artigo, ele pode ajudar mais pessoas.

Para Atendimento Psicológico Online Clique Aqui!

Fonte: Helpguide

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.