Café e Depressão: Descubra Aqui Qual a Relação

Café e depressão

Café e depressão. 

Uma em cada cinco mulheres dos EUA sofre de depressão durante a vida.

Beber café reduz o risco de depressão, diz pesquisa.

O estudo mostra que quanto mais mulheres ingeriam cafeina, menores eram suas chances de se tornarem deprimidas.

Beber de duas a três xícaras de café por dia foi associado a uma redução de 15% no risco de depressão.

Aqueles que bebiam quatro ou mais copos por dia tinham um risco reduzido de 20%.

Outros estudos feitos com homens também sugeriram que a ingestão de cafeína está ligada à menores riscos de depressão.

As conclusões provêm de um estudo que seguiu 50.739 enfermeiros dos EUA.

Eles foram rastreados por 10 anos e nenhum estava deprimido no início do estudo.

Durante a duração do estudo, fizeram a ingestão de bebidas com a cafeína em geral.

café e depressão. Isso inclui refrigerantes com cafeína e alguns chás.

Café e depressão
Café e depressão

Os autores do estudo explicam os resultados: café e depressão

“Esta grande amostra de mulheres mais velhas sem depressão clínica ou sintomas depressivos graves, o risco de depressão diminuiu conforme o aumento da dose do consumo de café”.

No entanto, devido à natureza do estudo: café e depressão

 “… não se pode provar que a cafeína ou café em si reduz o risco de depressão, mas apenas sugere a possibilidade de um efeito protetor”. café e depressão

O café descafeinado não foi associado a qualquer redução no risco.

O estudo foi publicado na revista Archives of Internal Medicine ( Lucas et al., 2011 ).

Leia também o artigo que diz como podemos ajudar uma pessoa com depressão: https://opsicologoonline.com.br/como-ajudar-uma-pessoa-com-depressao/

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Carlos Costa

Carlos Costa

Psicólogo há 3 anos (CRP-06/122657), coach, empreendedor, músico, poeta e escritor. CEO e fundador do portal e plataforma “O Psicólogo Online”. Através de seus cursos e materias vem contribuindo com a psicologia e com os profissionais psicólogos para uma melhor prática da psicologia online no Brasil e com a valorização da profissão. É criador da plataforma de atendimento online “O Psicólogo Online” que auxilia psicólogos a agendarem e receberem por suas sessões de forma simples e segura.

Artigos recentes