Skip to main content
broxei

Broxei e Agora? Entenda a Disfunção Erétil e Seu Tratamento!

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Broxei e Agora?

Broxei Tem sido grande a busca de homens por ajuda no que refere a perda eretiva, se você tem passado por essa situação, não se preocupe, não é um privilégio só seu!

Mas há algo que tem me intrigado muito…. Broxei

No início da minha prática enquanto psicólogo e sexólogo, era comum, receber em meu consultório, homens com idade superior a 45 anos de idade, com essas queixas.

Porém no dia a dia, tenho sido procurado, por rapazes com idades entre 16 aos 58 anos, com essas demandas.

Mas afinal, o que é esse mal, que tanto tem tirado o sono de muitos homens?Broxei

Popularmente é conhecida como impotência sexual ou a famosa broxada, todavia, o nome correto é Disfunção Erétil.

Essa disfunção caracteriza-se pelo fato do homem não conseguir obter ou manter a ereção durante uma relação sexual.

Estudos mostram, que mais da metade dos homens com idade acima de 50 anos sofrem de tal disfunção.

Mas é importante compreender que o fato de se perder a ereção algumas vezes durante a vida é completamente normal e não significa que a pessoa possui disfunção sexual.

Sendo assim, para confirmar a disfunção erétil, um dos grandes indícios é a recorrência e permanência dessa situação.

Caso a regularidade se estabeleça, o homem precisa buscar ajuda profissional (médico e Psicólogo) para uma avaliação mais eficaz.

Mas o que gera a disfunção sexual, já parou para pensar? Broxei

Em tempos de globalização, as exigências diárias, tem sido muito grandes e as cobranças propiciadas pelo capitalismo, tem desencadeado muito adoecimento psíquico.

As pessoas não estão dando conta de responder e cumprir com as obrigações da contemporaneidade. Broxei

Com a evolução tecnológica e o crescimento das indústrias pornográficas, os meios de comunicações tem levado as pessoas a acreditarem, que esses filmes são a expressão da vida real.

Desse modo, quando estão diante da relação real, não dão conta de reproduzir na íntegra o que é disseminado e estimulado nos filmes pornográficos.

Recomento que você leia também: Sexo Virtual: Do Prazer à Compulsão!

É e aí que começam as frustrações, angústias e sofrimento, chegando a desencadear quadros psiquiátricos de ansiedade, que por muitas vezes, tem gerado a perda eretiva.

É comum encontrarmos muitos homens fazendo uso de medicamentos potencializadores de ereção de maneira irresponsável, sem a avaliação médica.

Isso tem gerado em muitos outros problemas de saúde e até a morte por fatores de comorbidade.

Mas como tratar essa disfunção, será que existe tratamento? Broxei

Broxei e Agora? A disfunção erétil tem tratamento!
Broxei e Agora? A disfunção erétil tem tratamento!

Para o alívio de muitos, a disfunção erétil possui tratamento e essa situação pode ser tratada por meio de medicamentos ou cirurgia, nos casos em que a ereção está permanentemente prejudicada por alguma doença como a diabetes, câncer de próstata dentre outras.

Nessa situação, é imprescindível a terapia sexual, aplicada por um sexólogo ou psicólogo que indicará exercícios e contará com a participação do(a) parceiro(a) como um coterapeuta que auxiliará o indivíduo no cumprimento dos mesmos.

Para melhor resultado do tratamento, é preciso “abrir a cabeça”, minar os preconceitos, as ideias distorcidas, o machismo, mitos e tabus, que envolvem a sexualidade humana.

Muitas crenças populares, como: o homem sempre tem que dar conta, pode ser a porta de entrada para doenças psicológicas.

Afinal, todo ser humano tem sua história de vida e seus limites, você não é igual ao outro, então….

Para que se comportar como o outro e seguir as mesmas performances?

Broxei Conheça a si mesmo, reconheça seus limites e transforme suas habilidades e potencialidades em fonte de prazer.

Sexo tem que ser prazeroso e não propiciador de angústia, não se cobre, viva! 

Juliano Coimbra

julianoJuliano Coimbra dos Santos – CRP 16/3680.

Psicólogo, Especialista em Sexualidade Humana, Especialista em Gestão Empresarial e de Recursos Humanos, Graduado no Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos.

Atua como Psicólogo Clínico e como Psicólogo na Execução da Medida de Internação Socioeducativa no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Estado do Espírito Santo – IASES.

Diretor da JCSPSIC – Treinamento & Desenvolvimento Humano e atua como Professor do Centro de Pós Graduações – CESAP.

Contato: coimbraopsicologoonline@gmail.com

 

Compartilhe esse artigo!

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.