Beber Faz Mal? Mas e se Fizer Bem? Descubra Aqui

Beber Faz Mal? Mas e se Fizer Bem? Descubra Aqui

Tempo estimado de leitura: 2 minute

Beber faz mal.

O álcool ajuda a remover resíduos prejudiciais do cérebro. Beber faz mal.

Algumas bebidas alcoólicas podem ajudar a limpar o cérebro de toxinas, revela uma nova pesquisa.

Baixos níveis de álcool – o equivalente a cerca de 2,5 bebidas padrão por dia – podem ajudar a remover os resíduos ligados à doença de Alzheimer e reduzir a inflamação no cérebro.

O Dr. Maiken Nedergaard, que liderou o estudo, disse:

“A ingestão prolongada de quantidades excessivas de etanol é conhecida por ter efeitos adversos sobre o sistema nervoso central.

No entanto, neste estudo, mostramos pela primeira vez que doses baixas de álcool são potencialmente benéficas para a saúde do cérebro, ou seja, melhora a capacidade do cérebro de remover o desperdício “.

Beber faz mal.O estudo ajuda a apoiar a visão de algumas pesquisas que sugerem que níveis baixos de consumo de álcool podem ser benéficos.

beber faz mal

Pequenas quantidades de álcool fazem bem.

O novo estudo deu quantidades variáveis ​​de álcool a camundongos e olhou o efeito em seus cérebros.

Aqueles que receberam altos níveis de álcool durante um longo período mostraram níveis crescentes de inflamação prejudicial.

Eles também tiveram um desempenho cognitivo e motor pior. Beber faz mal.
 
Nos ratos que receberam doses baixas – equivalente a 2,5 bebidas convencionais por dia – o cérebro foi mais eficiente na remoção de resíduos do que aqueles que não foram expostos ao álcool.

Os ratos com baixas doses de álcool também não mostraram diferenças no desempenho cognitivo ou motor com aqueles que não receberam álcool.

Beber faz mal. O Dr. Nedergaard disse:

“Os dados sobre os efeitos do álcool no sistema glicifático aparentemente correspondem ao modelo em forma de J relativo aos efeitos de dose de álcool na saúde geral e mortalidade, visto que baixas doses de álcool são benéficas, enquanto o consumo excessivo é prejudicial para a saúde geral.

Estudos têm demonstrado que a ingestão de álcool moderado está associada a um menor risco de demência, enquanto o consumo intenso por muitos anos confere um risco aumentado de declínio cognitivo.

Este estudo pode ajudar a explicar por que isso ocorre. Beber faz mal.

Especificamente, baixas doses de álcool parecem melhorar a saúde geral do cérebro “.

 

[thrive_leads id=’498′]

 

O estudo foi publicado na revista Scientific Reports ( Lundgaard et al., 2018 ).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

1 Comentário

  1. Marisa Artmann disse:

    Boa tarde, gostei muito dos temas abordados, vieram contribuir no meu rol de conhecimentos. Alguns foram novidade e outros esclarecedores de dúvidas. Parabéns.