A importância do networking para um psicólogo

Leia o texto abaixo para conhecer a importância do networking para um psicólogo, e saiba como praticar a estratégia em seu dia a dia.
networking

Antigamente, era comum a ideia do psicólogo fechado em seu consultório, atendendo a pacientes por várias horas do dia.

Hoje, é impossível imaginar o profissional fechado entre as quatro paredes da sua clínica por um dia inteiro, apenas em contato com seus pacientes e funcionários, sem fazer comunicação e estreitar laços com outros psicólogos e profissionais do segmento. 

Por que é importante um psicólogo fazer networking

São vários os motivos para um psicólogo fazer networking, mas os mais importantes são:

 -contato e apoio com pessoas que possuem propósitos semelhantes aos seus;

-sugestão de novos trabalhos, de novos projetos, de novas oportunidades;

-criação de ideias;

-indicação de novos pacientes.

Como desenvolver networking em seu dia a dia

São várias as formas de um psicólogo desenvolver networking em sua rotina, e abaixo mostraremos algumas delas.

Participe de eventos. Não espere as oportunidades surgirem, vá atrás delas! Procure participar de seminários, congressos, cursos, debates, eventos, e todas as situações onde você pode conhecer pessoas da sua área, seja de modo presencial ou online.

Pratique o relacionamento. Muitos psicólogos possuem uma extensa rede de contatos, mas há anos não conversam com várias pessoas da lista. É importante não somente montar um networking, mas praticá-lo. Assim, você sabe que poderá contar com aquela pessoa quando precisar dela, e vice-versa.

Ofereça. Não é interessante ter uma rede de contatos se você só pede favores. Você não se tornará bem-visto pelos seus colegas se o favor não trouxer benefícios a eles também, ou se nunca fizer algo por eles. Portanto, pratique o bem a seus contatos também, oferecendo-se para ajudá-los, colocando-se à disposição.

Prefira qualidade. Uma rede de contatos não precisa ser extensa, já que mencionamos acima que ela só é válida se o relacionamento entre as pessoas for real. Sendo assim, é muito mais interessante possuir dez pessoas de qualidade em sua rede, com relacionamento constante, a ter mil contatos que você nem sabe quem são.

Tenha um parceiro de networking. Ou seja, uma pessoa que possa falar bem de você em eventos, e você dele. Afinal, autopromover-se não é bacana, mas um contato pode fazer isso sutil e verdadeiramente por você, e vice-versa.

Atente-se à frequência de contato. Acima citamos que é interessante relacionar-se com seus contatos de trabalho, mas é preciso praticar a moderação para não se tornar chato, cansativo, e causar o efeito contrário do desejado pelo networking. Você deve comunicar-se com equilíbrio com a sua rede, isto é, não tanto para se tornar chato, mas também cuidar para não ser esquecido.

Networking para psicólogos é fundamental

Ter uma rede de contatos é fundamental para sua carreira, pois proporciona aumento de chances de crescimento profissional.

Contudo, como você pôde perceber, pela leitura do texto, praticar networking é muito mais do que ter contatos com pessoas do mesmo segmento que você, porque é preciso pensar em vários quesitos para que o relacionamento não se perca ou se torne contrário aos seus objetivos.

Uma dica interessante para você fazer networking é organizar os seus contatos, da maneira que você achar melhor (planner, agenda, celular, planilha, rede social profissional). Ao adicionar uma pessoa, sugerimos que você acrescente várias informações referentes a ela, como nome completo, profissão, e-mail, endereço profissional e telefone, além de suas habilidades e área de atuação.

Para finalizar, recomendamos que tenha seu networking como uma via de mão dupla, onde o relacionamento com essas pessoas pode proporcionar a ambos troca de informações, de conhecimentos e de indicações, sempre de forma natural e promovendo benefícios pela ajuda mútua. Aí, pode dar muito certo.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Carlos Costa

Carlos Costa

Psicólogo há 3 anos (CRP-06/122657), coach, empreendedor, músico, poeta e escritor. CEO e fundador do portal e plataforma “O Psicólogo Online”. Através de seus cursos e materias vem contribuindo com a psicologia e com os profissionais psicólogos para uma melhor prática da psicologia online no Brasil e com a valorização da profissão. É criador da plataforma de atendimento online “O Psicólogo Online” que auxilia psicólogos a agendarem e receberem por suas sessões de forma simples e segura.

Artigos recentes