Skip to main content
O que é estresse? Causas, sintomas e tratamento!

O Que é o Estresse? Causas, Sintomas e Tratamentos!

Tempo estimado de leitura: 8 minutos

Nos dias atuais muito se fala sobre o estresse, alguns estudiosos já até consideram o estresse como o mal do século, devido ao uso deturpado da palavra! Em algum momento você provavelmente já se sentiu estressado(a) não é mesmo? Ou já conviveu ao lado de uma pessoa estressada que se irrita facilmente. Mas de onde vem o estresse? O que causa o estresse? Quais os sintomas e tratamentos disponíveis? Para saber sobre tudo isso e mais, leia este artigo!

O Que é o Estresse?

Atualmente tem se tornado cada vez mais comum as reclamações sobre o estresse, estresse no trabalho, estresse no transito, na escola, nas relações, etc. Estresse é um conceito que está em todos os lugares, onde há relações humanas.

Mas, o que a grande maioria não sabe é que o estresse é uma característica biológica dos animais, no qual o homem está inserido. Imagine se nossos ancestrais não se preparassem sempre que aparecia uma ameaça? Provavelmente não estaríamos aqui hoje!

Ancestrais se preparavam para se defender ou atacar!
Ancestrais se preparavam para se defender ou atacar!

Nós sobrevivemos e existimos porque nossos ancestrais se estressavam, ou seja, liberavam uma série de reações químicas em seu organismo que provocavam  reações fisiológicas, para se prepararem para o combate ou fugir, garantindo assim a sobrevivência.

Em nosso dia-a-dia, toda vez que o cérebro interpreta alguma atividade como ameaçadora ou estressante, o organismo passa por diversos tipos de alterações, o que é denominado Síndrome Geral de Adaptação ao Estresse. Essas alterações podem repercutir de diversas maneiras e fará o organismo se adaptar a elas.

Cada órgão ou sistema do corpo humano é envolvido e manifesta alterações em sua função fisiológica decorrentes ao estresse, inicialmente apenas alterações funcionais, em seguida sofrem lesões anatômicas.

Por exemplo, se uma pessoa sofre forte pressão no trabalho, e tem prazos para cumprir, seu cérebro percebe essa pressão e começa a agir para que a pessoa de conta do que precisa fazer, ou seja, o organismo sofre alterações para preparar a pessoa para dar conta dessa pressão, o que é benéfico para a pessoa.

Porém, o problema é que se essa pressão persiste por muito tempo, algo que era benéfico se torna prejudicial para a pessoa, e começa a se manifestar em seu organismo em forma de patologias (doenças) e sintomas como dores de cabeça, dores no estomago, etc.

A defesa é uma das várias alterações que visam a proteção e a manutenção da homeostase (equilíbrio do organismo). Ou seja, o estresse é um estado de tensão que causa uma ruptura no equilíbrio interno do organismo, e qualquer situação, seja ela boa ou ruim, que exija adaptação do organismo é uma fonte de estresse.

Todas as alterações que o organismo fisiológico impõe ao corpo são para sua proteção, com o intuito de prepará-lo para não sofrer diante das alterações causadas pelo estresse, que ocorre devido a diversos fatores externos, como a pressão no trabalho que foi citado nos parágrafos anteriores.

Causas

Mundo atual, competitividade, tempo escasso!
Mundo atual, competitividade, tempo escasso!

Para entendermos melhor o que causa o estresse no Mundo atual, e contextualizar suas causas, vou contar uma pequena história.

A Rotina de João

João acorda todos os dias as 6h da manhã, toma café as pressas e sai correndo de casa para não perder o ônibus que o levará ao trabalho. Enfrenta uma fila enorme para entrar no ônibus em meio a empurrões e solavancos de pessoas também apressadas. Fica duas horas em pé no ônibus até finalmente chegar ao trabalho.

Chegando ao trabalho seu patrão já lhe chama a atenção, pois se atrasou novamente. Coloca uma pilha de papeis em sua mesa e diz que quer todos os relatórios prontos até a hora do almoço. Está chegando a hora do almoço e João ainda não deu conta de terminar os relatórios o que faz com que ele perca 40min de seu almoço.

No período da tarde João é presenteado com mais uma pilha de papeis e relatórios para fazer. Olha para o patrão com cara de quem não gostou, e sofre uma pequena ameaça de ser despedido caso não esteja gostando do trabalho. Automaticamente João se lembra das prestações do carro, do boleto da faculdade, de todas as contas que tem pra pagar, respira fundo e volta a trabalhar.

No fim do expediente João já esgotado, pega outro ônibus lotado, novamente em meio a empurrões e solavancos. Chega atrasado na faculdade, dorme na aula e não absorve o conteúdo das aulas.

Ao final das aulas João pega novamente um ônibus para voltar para casa, na correria de sempre. Chega e mal tem animo para tomar banho e comer. Faz isso com muito esforço, não quer saber de conversa com a família, e vai dormir, sabendo que toda essa rotina o espera novamente amanhã.

O que você achou da rotina de João? Alguma semelhança com a sua rotina? Acredito que já tenha percebido com essa breve história, como uma pessoa pode começar a adoecer por conta do estresse, não é mesmo?

No Mundo atual estamos muito propícios a passar por situações estressantes  e consequentemente pelas mudanças fisiológicas que o corpo impõe para que nos preparemos para enfrentar essas mudanças.

Com o advento da tecnologia a sociedade tem experimentado, muito rapidamente, mudanças bruscas em seu convívio social e sua forma de se comunicar e interagir com o outro. E muitas vezes as pessoas não se encontram preparadas para tais mudanças.

“Somos feitos de carne, mas temos de viver como se fôssemos de ferro.”

Sigmund Freud

Dentre todas as mudanças que o ser humano tem passado nas ultimas décadas, a que mais afeta diretamente as pessoas são as mudanças propiciadas pelo mundo do trabalho. Na grande maioria das vezes, essas mudanças representam grandes desafios para os trabalhadores no sentido de se manterem sempre atualizados e atuantes no mercado de trabalho, que se torna cada vez mais competitivo.

Dessa forma o estresse é um tema que vem merecendo cada vez mais a atenção de estudiosos. Nota-se um aumento no número de pessoas em processo de estresse devido ao que já mencionamos anteriormente, como as particularidades da vida moderna, pois com a globalização vieram também a competitividade, o ritmo acelerado e o tempo escasso.

Além do que, o estresse vem sendo considerado um problema de ordem socioeconômica por acometer todos os tipos de pessoa independente de credo, raça ou classe social.

Sintomas

sintomas do estresse
Os sintomas do estresse podem se manifestar no corpo.

 

Quais doenças podem surgir com o estresse?

O estresse não é o causador de problemas graves, mas sim o desencadeador, pois  reduz o sistema imunológico do organismo, e conforme a vulnerabilidade da pessoa, podem surgir sintomas e doenças como:

  • Dores de Cabeça
  • Problemas Digestivos
  • Dores no Corpo
  • Cansaço
  • Infecções
  • Úlcera
  • Hipertensão
  • Enfarte
  • Derrame
  • Vitiligo
  • Psoríase
  • Alergias
  • Herpes
  • Ansiedade
  • Crises de pânico
  • Dentre outras

O Estresse e o Mundo do Trabalho

Homem com muito trabalho o que pode gerar estresse
Muito trabalho pode gerar estresse!

Você já se estressou no trabalho? Já sentiu desgaste emocional por conta do trabalho? O desgaste emocional sofrido pelas pessoas em suas relações no ambiente de trabalho, como podemos notar na história de João, tornou-se um dos principais fatores na determinação de transtornos relacionados ao estresse.

As organizações tem sofrido consequências negativas em decorrência ao desequilíbrio na saúde do trabalhador que sofre de estresse, pois isso afeta a qualidade dos serviços prestados, além de aumentar o absenteísmo; o auxílio doença; a reposição de funcionários; transferências; novas contratações e treinamentos.

Devido a esses e outros fatores, algumas empresas e organizações tornaram-se mais conscientes dos males que o estresse causa e estão investigando e investindo na qualidade de vida do trabalhador.

Geralmente o estresse ocupacional esta diretamente relacionado a situações específicas como:

  • Ambiguidade e conflito de funções
  • Pressões sofridas pelos superiores
  • Problemas de relacionamento com os colegas de trabalho
  • Dupla jornada de trabalho 
  • Alterações sofridas dentro do contexto de sua atividade

Tratamentos

Atualmente existem diversas formas de tratamento para o estresse, dentre elas podemos destacar:

  • Psicoterapia
  • Práticas de relaxamento
  • Exercícios físicos
  • Reestruturação de aspectos emocionais
  • Alimentação
  • Terapias alternativas
  • Tratamentos médicos e medicação
tratamentos para o estresse
Tratamentos indicados pela industria da saúde.

É claro que não podemos desconsiderar que todos esses tipos de tratamento tem seus benefícios, e podem sim reduzir os sintomas de estresse, trazendo alívio, muitas vezes imediato, para quem sofre desse transtorno. 

Porém o que eu gostaria de destacar em relação ao tratamento para o estresse é a forma como o mesmo vem sendo tratado pela indústria da saúde, que promete a cura para o estresse, mas desconsidera o contexto em que o mesmo ocorre. Ou seja, trata-se a consequência, mas deixa-se de lado as causas.

O estresse hoje é considerado o mal do século e é por isso que todos os dias surgem inúmeros serviços dedicados ao seu tratamento e prevenção. As teorias hegemônicas e a industria da saúde promovem este consumo, uma vez que rotulam as pessoas como únicas responsáveis pelo estresse e sua cura, mas como vimos anteriormente não é bem assim.

São inúmeros os envolvidos no tratamento e prevenção do estresse, cada um com sua forma de trabalhar, muitas vezes alienante, tratando as pessoas de maneira individualizada e descontextualizada, desconsiderando o principal aspecto que contribui para o estresse: a relação dialética entre homem e mundo, ou seja, o que a pessoa faz e onde ela está inserida e como isso contribui para que ela sofra de estresse.

psicólogo e profissional da área da saúde, que tem como dever, trabalhar a questão do estresse com as pessoas que o procuram, indo além da cura e alívio dos sintomas, fazendo com que a pessoa entenda o processo em que ela esta inseria e o que leva ela a sofrer com o estresse.

Dessa forma, com uma maior compreensão sobre fatores externos e internos a pessoa poderá escolher e decidir o que pode ser melhor para sua vida, pois como aponta Sartre:

“Ser livre é escolher saídas possíveis.”

Sartre

Não há como ter saúde física e mental, muito menos qualidade de vida, quando se está sofrendo de estresse, é importante procurar ajuda profissional e um tratamento adequado as suas necessidades. Além de poder pensar sobre si e sobre como o estresse está afetando sua saúde e decidir o que realmente vale a pena e buscar alternativas que possam trazer a qualidade de vida desejada.

Se você acha que este artigo foi útil assine nosso correio eletrônico e receba as atualizações do Psicólogo Online diretamente em seu e-mail, ou compartilhe este artigo e curta nossa página no Facebook.

Para Atendimento Psicológico Online Clique Aqui!

Leia Também: Os 7 benefícios da gratidão que podem mudar sua vida!

Compartilhe esse artigo!

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.