Skip to main content
Depressão

O que é Depressão? Causas, Sintomas e Tratamentos.

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

O que é a Depressão? Neste artigo você vai saber mais sobre o que é a depressão, suas causas e seus tratamentos. O que leva uma pessoa a depressão? quais as causas da depressão? como é feito o diagnóstico? Quais os tratamentos indicados? Para saber sobre tudo isso e mais, continue lendo esse artigo. 

Nos dias atuais as pessoas geralmente confundem tristeza com depressão, mas é preciso entender que a depressão vai muito além da tristeza. Isso ocorre devido à banalização que o conceito de depressão sofreu na atualidade. É próprio do ser humano, de acordo com o momento que o mesmo está vivendo, sentir-se triste, afinal, quem fica feliz ao perder um ente querido? Ou ao perder o emprego que tanto gostava?

É absolutamente comum sentir-se triste diante de acontecimentos desse patamar, mas mesmo com essa tristeza a pessoa ainda responde a estímulos de prazer, ela ainda consegue levar a vida. Porém diante de um quadro depressivo a pessoa não responde mais aos estímulos de prazer e isso passa a afetar diretamente seu cotidiano e sua vida como um todo, e as atividades que antes eram prazerosas deixam de despertar o interesse.

Os comportamentos depressivos são atribuídos a falta de controle sobre a própria vida, a visão negativa do mundo e da vida, a passividade diante de conflitos, etc.

É importante o tratamento para as pessoas que sofrem de depressão, pois a mesma interfere diretamente em sua vida social e profissional, aos poucos  a pessoa pode deixar de se relacionar com os amigos, parentes, e deixar de ir trabalhar, para citar alguns exemplos.

Conheça o programa MENTE EM EQUILÍBRIO e livre-se da depressão!

As principais características que indicam a depressão são:

Auto-aversão – A pessoa se sente inútil e culpada e faz duras críticas a si mesmo em decorrência de suas falhas e seus erros.

Irritabilidade – A pessoa apresenta baixo nível de tolerância e torna-se agitada, inquieta e violenta diante de situações comuns em que estas reações não seriam esperadas.

Dores inexplicáveis – A queixa diante de dores físicas como dores de cabeça, dores musculares, dores nas costas, dores no estomago, passam a ser frequentes diante de um quadro de depressão.

Problemas de concentração – Dificuldade para se concentrar, lembrar das coisas e tomar decisões.

Alterações de peso e apetite – A depressão faz com que a pessoa sofra alterações em seu apetite, causando a perca ou o ganho de peso.

Perda de energia – O corpo parece estar pesado, lento, e pequenas tarefas parecem cansar muito e levam mais tempo para serem concluídas.

Leia também: O Que é Ansiedade? causas, sintomas e tratamentos

Os Graus da Depressão

É a partir da gravidade que a Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica os graus da depressão:

Leve: A pessoa apresenta um cansaço inexplicável, sente-se incomodado e triste, porém continua a manter suas atividades cotidianas, como trabalhar, estudar, sair, etc. Na maioria das vezes são os amigos, colegas de trabalho e familiares mais próximos que percebem a mudança.

Moderada: Nesse caso a depressão afeta as relações sociais, familiares e profissionais da pessoa. Nesse grau a pessoa fica mais perturbada e lenta em determinadas situações, em outras fica mais impaciente e violento e sua concentração nas atividades diárias e no trabalho ficam aparentemente prejudicadas.

Grave: Nesse grau de depressão a pessoa reduz ou interrompe suas atividades habituais, e fica impossibilitada de mantê-las. Em alguns casos pode apresentar tendência suicida, períodos de alucinação e delírio. Dessa forma pode acabar comprometendo sua vida e a vida de outras pessoas. Nesses casos há a necessidade de tratamento medicamentoso e cuidados especiais.

Depressão

 

Causas

Existem variados fatores que podem causar a depressão, apesar de não serem fatores conclusivos, os principais fatores são:

  • Hereditários
  • Biológicos
  • Psicológicos
  • Sociais

Apesar das causas da depressão não serem ainda totalmente conhecidas, a teoria neuroquímica é uma das mais aceitas e sugere que um problema no sistema nervoso central seja o responsável pela doença. Tanto os sintomas emocionais quanto os sintomas físicos aparecem devido à diminuição dos neurotransmissores serotonina e noradrenalina no sistema nervoso central.

Outras doenças também podem ser a causa da depressão, como por exemplo o stress intenso ou a ansiedade excessiva em pessoas mais sensíveis e vulneráveis. Porém não há como determinar o que verdadeiramente causa a depressão. Apesar da teoria neuroquímica apontar para a deficiência de determinadas substâncias no cérebro, não se pode afirmar que seja essa é a causa da depressão.

Sintomas da Depressão

 Sintomas Emocionais:

  • Tristeza
  • Perda de interesse
  • Ansiedade
  • Angustia
  • Estresse
  • Culpa
  • Perda da libido (força ou energia psíquica)
  • Dificuldade de Raciocínio
  • Indecisão
  • Baixa auto estima
  • Alterações no sono
  • Desesperança
  • Ideação suicida

Sintomas Físicos:

  • Baixa energia
  • Alterações no sono
  • Dores Inexplicáveis pelo corpo
  • Dor de cabeça
  • Alterações no apetite
  • Alterações gastro intestinais
  • Alterações psicomotoras

Tratamento

Para um diagnóstico preciso da depressão é necessário consultar um ou mais profissionais capacitados para isso, pois são diversos os fatores que podem desencadear a depressão. O diagnóstico pode ser feito com:

  • Anamnese Psicológica.
  • Exame neurológico.
  • Exame clínico.
  • Exame físico.
  • Exames laboratoriais.

Para o diagnóstico de depressão não basta um sinal ou um sintoma isolado. É o conjunto de sintomas que caracteriza a doença. Para descartar outras doenças são feitos os exames clínico, físico e laboratoriais.

Depois de diagnosticada os principais tratamentos para depressão são:

Psicoterapia – A psicoterapia ira tratar os fatores emocionais e as causas da depressão.

Tratamento Medicamentoso – Os antidepressivos, remédios que corrigem o metabolismo dos neurotransmissores normalizando a atividade cerebral. Quando a depressão é Grave a medicação passa a ser fundamental para o tratamento.

O ideal é a combinação desses dois tratamentos, enquanto os medicamentos atuam sobre as consequências biológicas a psicoterapia atua sobre as consequências emocionais e as causas da depressão, ou seja, o que levou a pessoa a se tornar deprimida.

A Depressão tem cura?

O tratamento da depressão consiste em devolver a pessoa a capacidade de levar uma vida comum. Como grande parte das doenças, sempre há o risco de mesmo que tratada corretamente a pessoa apresentar uma recaída no futuro.

Na maioria das vezes a depressão é uma doença crônica, como a diabetes e a hipertensão, mas se tratada adequadamente à pessoa pode levar uma vida normal.

A maneira ideal de tratar a depressão é através da psicoterapia e do uso de antidepressivos receitados por um psiquiatra, pois a maior parte dos pacientes (cerca de 2/3) apresenta dores combinadas com os sintomas emocionais. Mas vale ressaltar que a depender da evolução do tratamento o medicamento pode deixar de ser usado.

Apesar do difícil diagnóstico e da gravidade da doença, os tratamentos são  muito eficazes quando feitos por profissionais capacitados. É de suma importância ressaltar que nenhum tipo de medicamento deve ser tomado sem a devida prescrição médica. Os pacientes com depressão devem também ser motivados a ter uma vida mais ativa, com a prática de esportes e atividades físicas, procurar um lazer que mais lhe agrada como cinema, teatro, viagens, etc. ter uma boa alimentação e um período de sono satisfatório.

Para Atendimento Psicológico Online Clique Aqui!

Leia Também: Dependência Química – O Que é a Dependência Química?

Compartilhe esse artigo!

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.