Skip to main content
gerenciamento do estresse

Gerenciamento do Estresse: O Guia Completo – Parte 1

Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Gerenciamento do Estresse

Gerenciamento do Estresse.

Em várias situações da nossa vida todos nós já sentimos ou temos a sensação de que não há nada que possamos fazer para diminuir o nível de stress.

As contas e os problemas não vão parar de vir, nunca haverá mais horas no dia para todas as exigências.

As responsabilidades da carreira profissional ou da família serão sempre mais exigentes.

Por tudo isto as razões são mais que muitas para nos vermos “presos” nas malhas do estresse.

Mas lembremos que, todos nós temos muito mais recursos ao nosso dispor do que provavelmente imaginamos.

Na verdade, a simples consciencialização de que temos controle da nossa vida, é o alicerce da gestão de estresse.

O ponto da gestão de estresse anda em torno do controle: Gerenciamento do Estresse

  • controle dos pensamentos,
  • das emoções,
  • da agenda,
  • do seu ambiente,
  • e da forma como você lida com os problemas.

O objetivo final é uma vida equilibrada, com tempo para o trabalho, relacionamentos, relaxamento e diversão.

Recomendo que você leia também: O Que é o Estresse? Causas, Sintomas e Tratamentos!

Acrescentando uma boa dose de capacidade de resistência e persistência para lidar com as situações de pressão na vida e assim conduzir os desafios da vida cotidiana.

O estresse pode ser considerado como qualquer mudança à qual você tem de se adaptar.

A resposta de estresse em si não é nociva. Gerenciamento do Estresse

Pelo contrário, trata-se de uma reação adaptativa que permitiu a nossa sobrevivência ao longo dos tempos.

É muito útil e vital para dar respostas a situações de ameaça.

No entanto quando esta reação aparece de forma muito frequente, intensa ou duradoura, pode produzir um desgaste nos recursos, que conduz ao aparecimento de problemas diversos.

Como por exemplo:

  • diminuição de rendimento,
  • mal-estar físico e emocional,
  • e predisposição acentuada para doença (que se denominam de maneira genérica de patologias associadas ao estresse).

AS PATOLOGIAS SURGEM  QUANDO: Gerenciamento do Estresse

#1 – A pessoa expõe-se a um grande número de situações ameaçadoras ou a situações anormalmente intensas e duradouras.

Por serem situações que implicam novidade, incerteza, ambiguidade dependem das condições de vida da pessoa.

Mas também da sua própria incapacidade para resolver a situação, o que contribui para que uma determinada situação se mantenha e prolongue no tempo.

#2 – A pessoa “rumina” ou faz interpretações errôneas acerca das situações que enfrenta, de modo que:

  • Identifica como ameaçantes situações que não são;
  • Identifica um grau de ameaça despropositado na situação;
  • Tarda em identificar uma situação como estressante; 
  • Considera que não possui estratégias para fazer frente às situações.

#3 – A pessoa fisiologicamente ativa-se, o que se torna inútil na grande maioria dos casos.

Dado que na sociedade moderna grande parte das situações requer uma resposta pouco intensa (por exemplo utilizar o teclado de um computador).

Isto supõe que grande parte dos recursos mobilizados não se utilizam, pelo que acresce ao desgaste produzido pela mobilização.

O perigo de que estes produtos não utilizados se acumulem em determinadas zonas do organismo podendo deteriorar a sua atuação.

#4 – A pessoa emite respostas inadequadas perante a situação: 

  • Porque a pessoa não dispõe de um reportório de estratégias para fazer frente à situação;
  • Porque apesar de dispor das estratégias não as coloca em marcha no momento adequado, pois não reconhece os indícios ambientais que indicam quando deverá colocá-las em ação;
  • Porque essas estratégias são inibidas por respostas emocionais;
  • Porque existem obstáculos à emissão dos comportamentos adequados.

Recomendo que você leia também: 10 Doenças Causadas Pelo Estresse Que Você Precisa Saber!

O QUE É UM FATOR  ESTRESSANTE? Gerenciamento do Estresse

É um acontecimento, uma situação, uma pessoa ou objeto percebido como elemento estressante que induz à reação de estresse.

Os fatores estressantes podem variar amplamente quanto à natureza.

Abrangendo desde componentes psicossociais e comportamentais: como frustração, ansiedade e sobrecarga.

Até componentes de origem bio-ecológica e física, incluindo o ruído, a poluição, temperatura e nutrição.

A imaginação e a antecipação também podem agir como fatores estressantes e desencadear reações de estresse.

Gerenciamento do Estresse

IDENTIFIQUE AS FONTES DE STRESS NA SUA VIDA

Gerenciamento do estresse: Identifique as fontes de estresse na sua vida!
Gerenciamento do estresse: Identifique as fontes de estresse na sua vida!

O gerenciamento do estresse começa com a identificação das fontes de estresse na sua vida.

Isto não é tão fácil como parece.

As verdadeiras fontes de estresse nem sempre são óbvias, e é muito fácil ignorar os seus próprios pensamentos, sentimentos e comportamentos indutoras de estresse.

Por exemplo, você pode ter consciência de que está sempre preocupado com os prazos no seu trabalho.

Mas talvez seja o seu adiamento, em vez das exigências do próprio trabalho que lhe geram estresse.

Para identificar as verdadeiras fontes de estresse, deverá fazer o exercício de olhar de perto os seus hábitos, atitudes e desculpas:

Você explica os sintomas de estresse como temporário,

“eu apenas tenho um monte de coisas para fazer agora”,

Mesmo que não consiga lembrar da última vez que fez uma pausa.

Você identifica os sintomas de estresse como parte integrante do seu trabalho e da sua vida,

“as coisas são sempre muito difíceis por aqui”, ou como fazendo parte da sua personalidade, “eu sou muito nervoso”.

Você culpa os outros ou os eventos externos como responsáveis pelo seu estresse, ou vê-o como normal e corriqueiro?

Gerenciamento do Estresse Até que você aceite a responsabilidade do papel que tem na criação e manutenção do seu nível de estresse, este irá manter-se fora do seu controle.  

E para isso é necessário ajuda de um profissional de Psicologia, para te conduzir em seu autoconhecimento e gerenciamento do estresse.

ÓTIMO EXERCÍCIO PARA GESTÃO DO ESTRESSE: REGISTRE O SEU NÍVEL E SITUAÇÕES DE ESTRESSE.

Um diário de registo pode ajudá-lo a identificar os estressores da sua vida assim como a forma como lida com eles.

Cada vez que se sentir estressado, registe isso no seu diário.

Os registos permitir-lhe-ão identificar os padrões e acontecimentos comuns que o colocam na sua zona de estresse incapacitante.

Registe:

  • O que causa o seu estresse (arrisque um palpite se não tiver total certeza).
  • Como é que se sente, fisicamente e emocionalmente.
  • Como é que age em resposta ao seu estresse incapacitante.
  • O que é que faz para se sentir melhor.

Pense nas formas que utiliza para gerir e lidar com o stress na sua vida.

O diário de registo do estresse pode ajudá-lo a identificá-las.

As estratégias de lidar com o estresse que utiliza são saudáveis ou prejudiciais? adequadas ou sabotadoras?

Infelizmente, muitas pessoas lidam com o estresse das suas vidas de uma forma que complica ainda mais o problema.

Estas estratégias podem reduzir temporariamente o stress, mas causam mais danos do que benefícios a longo prazo:

  • Fumar.
  • Beber álcool em excesso.
  • Comer em excesso ou comer muito pouco.
  • Permanecer muitas horas em frente à televisão ou computador.
  • Afastar-de dos amigos, família e atividades de lazer.
  • Dormir em excesso.
  • Usar medicação ou drogas para relaxar.
  • Procrastinação (adiar constantemente as tarefas que necessita realizar).
  • Evitar a qualquer custo enfrentar os problemas.
  • Direcionar o seu estresse para os outros (explosões de raiva, violência física, critica exacerbada).

Se os seus métodos de lidar com o estresse não estão contribuindo para melhorar a sua saúde física e emocional, é hora de encontrar formas mais saudáveis.

Gerenciamento do Estresse Há muitas maneiras saudáveis de gerir, prevenir e lidar com o estresse, mas todas elas requerem mudança.

Você pode mudar a situação ou mudar a sua reação.

Ao decidir qual a opção a escolher, é útil pensar nos 4 aspectos seguintes: evitar, alterar, adaptar e aceitar.

Dado que cada um de nós tem uma resposta única para o estresse, não existe apenas um método que sirva a todos ou para qualquer situação

Por isso você deverá experimentar diferentes técnicas e estratégias para perceber a que melhor se ajusta a si.

Foque-se naquilo que o faz sentir calmo e em controle.

Leia a parte 2: Gerenciamento do Estresse: O Guia Completo – Parte 2

Maria Elice

mariaMaria Elice Tavares L. de Olinda – CRP 01/17583. Especialista em Psicologia Hospitalar, Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental.  

Faz acompanhamento a gestantes especificamente em prevenção a depressão pós-parto.

Faz avaliação para cirurgia bariátrica e acompanhamento pré e pós-operatório. Atende adultos, crianças e idosos.

Clinica: Vitale Ser Psicologia. Sala 810 Ed. Taguatinga Trade Center. Taguatinga – Centro Brasilia – DF.

Contato: Tel: (61)8120-1157; Email: mariaelice@hotmail.com

Compartilhe esse artigo!

Carlos Costa

Psicólogo (CRP 06/122657), Coach, Empreendedor, Músico e Poeta. Idealizador do projeto O Psicólogo Online que tem por objetivo produzir conteúdo informativo e educativo sobre psicologia, saúde mental e assuntos relacionados, além de prestar serviços de orientação psicológica online.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.